terça-feira, 30 de novembro de 2010

Uma frase...

"Fora de hora o meu coração pega a pensar no seu;
Será que ele também de mim não se esqueceu"
(Chico Buarque)

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Ganhe dinheiro estudando: Programa Jovem Monitor 2011

Já pensou em estudar e ganhar dinheiro para isso? Pois essa oportunidade é possível e já está com as inscrições abertas. Até o dia 12 de dezembro, o Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso, em parceria com o Instituto Tomie Othake, recebe interessados em participar do programa Jovem Monitor 2011.

 Os selecionados terão, durante um ano, formação teórica e prática para atuar como monitor cultural em museus, centros culturais, projetos sociais e produção cultural. Para se inscrever é preciso ter interesse por artes, estar com idade entre 18 e 29 anos e morar na região das subprefeituras Freguesia do Ó/Brasilândia, Centro, Lapa, Santana Tucuruvi e Vila Maria/Vila Guilherme.

Os selecionados terão atividades durante 30 horas por semana, sendo 24h de atividades práticas no Centro Cultural da Juventude e mais seis horas teóricas no Instituto Tomie Othake.
Confira o conteúdo do Programa Jovem Monitor:

- Formação Cultural e Profissional
- Oficinas práticas das várias linguagens da arte
- Introdução às linguagens artísticas: teoria e prática
- Novos paradigmas em educação
- Reflexões sobre o ensino da arte, filosofia, sociologia e história
- Instrumentos metodológicos: planejamento, avaliação e registro
- Registro como instrumento de reflexão: escrito e fotográfico
- Produção Cultural
- Montagem e Curadoria
- Mediação Cultural
- Visitas a diversas instituições culturais
- Elaboração de pesquisas e projetos
- Raízes, identidade e constituição do povo brasileiro numa perspectiva macro e micro histórica

As inscrições podem ser feitas na recepção do CCJ de terça a domingo, das 10h às 18h. É necessário apresentar cópia do certificado e conclusão do ensino médio e do currículo em um envelope com seu nome assinado. Com três etapas, o processo de seleção vai até dia 19 de janeiro de 2011, com início das atividades em 1º de fevereiro. Todos os selecionados terão vale-transporte, vale-alimentação e carteira assinada. O Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso fica na Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo. Para outras informações, ligue (11) 3984-2466.

Rede de Restaurantes Outback Steakhouse abre seleção para funcionários em suas unidades de São Paulo

Quer um ambiente de trabalho leve e descontraído e ainda ter a possibilidade de fazer um horário flexível que não atrapalhe seus estudos? Pois então se inscreva em uma das vagas em São Paulo da rede de restaurante Outback Steakhouse.

O processo aberto pela empresa tem vagas para os oito restaurantes de São Paulo: Alphaville, Moema e Morumbi, além dos shoppings Anália Franco, Bourbon Pompéia, Center Norte, Eldorado e Market Place.

As vagas abertas são para atendente de mesa, atendentes de bar, recepcionistas, responsáveis por limpeza e organização do restaurante e auxiliares de restaurantes. Para as vagas de atendimento, o pré-requisito é por universitários que residam próximos aos restaurante com disponibilidade diurna ou noturna. No caso das vagas de cozinha e limpeza, é preciso o ensino médio completo. Em todos os casos, é preciso ser maior de 18 anos não é necessária experiência anterior, pois a empresa oferece treinamentos.

Para participar, basta comparecer a uma das unidades do Outback, às segundas-feiras, entre 15h e 16h30 levando seu currículo e uma foto 3X4. Os selecionados recebem treinamento, até dois dias de folga semanal, escala de trabalho flexível e ainda alimentação no local, vale transporte e seguros saúde e odontológico. Veja no site do restaurante a lista de unidades.

Conheça as Principais Revelações Feitas Pelo Site Wikileaks

NOTA DO BLOG: A cada dia que passa mais gosto do Wikileaks!

O controvertido site de vazamento de informações Wikileaks começou no domingo a divulgar um lote de 250 mil mensagens secretas enviadas por diplomatas dos Estados Unidos.

Até agora, o Wikileaks publicou em seu site 220 de 251.287 documentos dos EUA descritos como cabos - como são chamadas as comunicações entre instituições diplomáticas.

O site entregou antecipadamente os arquivos em sua íntegra a cinco grupos de mídia, entre eles os jornais The New York Times, americano, The Guardian, britânico, e El Pais, espanhol. Leia abaixo alguns dos pontos principais dos documentos divulgados.

Ataque ao Irã

Vários líderes árabes e seus representantes são citados no documento como tendo exortado os EUA a atacar o Irã, para pôr fim ao suposto programa de armas nucleares do país. O embaixador da Arábia Saudita em Washington, Ader al-Jubeir, lembrou os EUA sobre as "frequentes exortações" do rei saudita para atacar o Irã.

Em um relatório de um encontro entre Al-Jubeir e o general americano David Petraeus, em 2008, o embaixador saudita disse que o rei queria que os EUA "cortassem a cabeça da serpente".

O rei Hamad bin Isa al-Khalifa, do Bahrein, teria pedido aos EUA que contivessem o Irã "de qualquer maneira", enquanto o príncipe regente de Abu Dhabi, xeque Mohammad bin Zayed, disse aos EUA acreditar que o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, iria "levar-nos à guerra".

Espionagem biométrica na ONU

Um cabo endereçado a diplomatas dos EUA emitido sob o nome da secretária de Estado americana, Hillary Clinton, pede que se coletem informações "biográficas e biométricas" - incluindo amostras de DNA, impressões digitais e biometria da íris - de funcionários-chave da ONU. Também foram pedidos dados de cartões de crédito, endereços de email, senhas e decodificadores usados em redes de computador em comunicações oficiais.

Os funcionários cujos dados foram solicitados incluiam "subsecretários, chefes de agências especializadas e seus principais consultores, assessores de alto escalão do SYG (secretário-geral), chefes de missões de paz e de missões de caráter político, incluindo comandantes de forças (militares)".

Estão incluidas nos documentos ao menos nove orientações semelhantes sobre vários países, tanto sob o nome de Hillary quanto de sua predecessora, Condoleezza Rice.

Crise no Paquistão

Os cabos mostram a preocupação dos EUA com a presença de material radioativo em usinas nucleares do Paquistão, que Washington temia ser usado em ataques terroristas. As comunicações revelam que, desde 2007, os EUA vinham tentando remover urânio altamente enriquecido de um reator usado para pesquisas no Paquistão.

Em um cabo emitido em 2009, a embaixadora dos EUA no Paquistão, Anne W. Patterson, diz que o país se recusa a aceitar uma visita de especialistas dos EUA. Segundo ela, autoridades do Paquistão disseram que uma visita seria vista pelos paquistaneses como "se os EUA estivessem tomando as armas nucleares do Paquistão".

China e infiltração cibernética

Os documentos revelam preocupação sobre o suposto uso em grande escala, pelo governo chinês, de técnicas de infiltração e sabotagem cibernética. Alguns dos cabos diplomáticos afirmam que uma rede de hackers e especialistas em segurança foram contratados pela China a partir de 2002, e que essa rede conseguiu acesso a computadores do governo e de empresas dos EUA, além de aliados ocidentais e do Dalai Lama.

Os cabos citam um contato chinês que disse à embaixada dos EUA em Pequim que o governo chinês estaria por trás da infiltração do sistema de computadores do Google no país em janeiro.

Planos da Coreia

Autoridades dos EUA e da Coréia do Sul discutiram planos para se formar uma Coreia unificada, no caso de colapso do regime da Coreia do Norte. O embaixador dos EUA em Seul afirma na comunicação que a Coreia do Sul considerava oferecer incentivos comerciais à China para "ajudar a mitigar" as "preocupações da China sobre o convívio com uma Coreia reunificada".

Guantánamo

Os cabos parecem revelar discussões entre vários países sobre o destino de presos libertados da base americana em Guantánamo, Cuba.

A Eslovênia recebe a oferta de um encontro com o presidente Barack Obama se o país receber um prisioneiro, enquanto Kiribati, no Pacífico Sul, recebe a oferta de milhões de dólares em incentivos. Bruxelas recebe a informação de que abrigar prisioneiros poderia ser "uma maneira barata de a Bélgica conseguir proeminência na Europa".

Líderes mundiais

Vários líderes mundiais aparecem nos documentos - mostrando as visões pouco elogiosas que os diplomatas têm deles.

O premiê da Itália, Silvio Berlusconi, é tratado como "displicente, vaidoso e ineficiente como líder europeu moderno" por um diplomata americano em Roma.
Em 2008, a embaixada em Moscou descreve o presidente russo, Dmitry Medvedev, como "um Robin do (premiê Vladimir Putin) Batman".

Os cabos também tecem comentários sobre a relação extremamente próxima entre Berlusconi e Putin.

O líder norte-coreano Kim Jong-il é descrito como "um camarada velho e flácido" que sofre com o trauma de um derrame, enquanto o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, é tratado como "Hitler".

O ministro de Relações Exteriores e Cooperação da África do Sul se refere ao presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, como "aquele velho maluco".

*****Fonte: BBC Brasil

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Perguntas Sem Respostas da Humanidade...


Aqui estão as maiores perguntas sem respostas da humanidade...

Se todos perdem guarda-chuvas, por que ninguém os acham? Onde estão os guarda -chuvas perdidos?

Por que quando alguém nos pede que ajudemos a procurar um objeto perdido, temos a mania de perguntar: “Onde foi que você perdeu?”

Por que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam numa época antes de Cristo?

Se depois do banho estamos limpos porque lavamos a toalha?

Como é que a gente sabe que a carne de chester é de chester se nunca ninguém viu um chester? (Você já viu um chester?)

Porque Zeca Pagodinho canta samba e Exaltasamba canta pagode?

Por que a palavra “Grande” é menor do que a palavra “Pequeno”?

Por que “Separado” se escreve tudo junto e “Tudo junto” se escreve separado?

Se o vinho é líquido, como pode existir vinho seco?

Como se escreve zero em algarismos romanos?

Por que quando a gente liga p/ um número errado nunca dá ocupado?

Por que as pessoas apertam o controle remoto com mais força, quando a pilha está fraca?

Como sabem que o universo é infinito se ninguém quase nem passa de Plutão?

Quando inventaram o relógio, como sabiam que horas eram para poder acertá-lo?

Por que o Super-Homem usa a cueca por cima da calça?

Como foi que a placa 'É Proibido Pisar na Grama' foi colocada lá?

Quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha?

Por que tem gente que acordam os outros para perguntar se estavam dormindo?

Se o Pato Donald não usa calças, por que ele amarra uma toalha na cintura quando sai do banho?

Como o Mickey é um rato amigo do Pateta que é um cachorro e tem o Pluto como animal de estimação?

Se o Pica Pau é uma ave, por que ele come frango assado?

Artigo: "Lições do Brasil de Baixo"

Lições do Brasil de baixo

Por Mauricio Dias

Antônio Gonçalves da Silva (1909-2002), o Patativa do Assaré, poeta cearense, criou e consagrou a expressão “Brasil de baixo” (Talvez ainda aconteça/que o Brasil de baixo suba/e o Brasil de cima desça), uma ousada metáfora de subversão política em um dos poemas de cunho social que fazia. Dois representantes contemporâneos desse pessoal que nasce do chão, do qual Patativa foi um inspirado porta-voz, deram exemplos recentes que podem melhorar a história política e empresarial brasileira.

Um deles, o ex-torneiro mecânico do ABC Paulista, Luiz Inácio da Silva, o Lula, virou presidente da República. O outro, um ex-camelô das ruas do Rio de Janeiro, Senor Abravanel, o Silvio Santos, tornou-se um dos grandes empresários do País. Assim emergiram esses brasileiros dotados de notável determinação, mas cada qual no seu caminho que, como qualquer outro, é também marcado por erros, ambiguidades, contradições.

Essa sintonia não torna o político e o empresário politicamente iguais.

Lula, à frente de um governo qualificado pelo compromisso com o resgate social dos menos favorecidos, foi submetido por correligionários à tentação de buscar o terceiro mandato. Tinha apoio político e social suficiente para alterar as regras do jogo e se beneficiar delas, como fez FHC ao aceitar ser conduzido ao segundo mandato. O operário, ao contrário do sociólogo, recusou. Um raro episódio de desprendimento do poder.

Silvio Santos consolidou-se no setor de comunicação, em 1975, beneficiado por decisão do regime militar, ao qual, pragmaticamente, deu apoio. Cresceu fazendo uma televisão de conteúdo popularesco. Isso alavancou parte de outros negócios dele, como, por exemplo, o Banco PanAmericano, que atua no varejo com empréstimos consignados, entre outros.

Abalado por um rombo na carteira de crédito, calculado em 2,5 bilhões de reais, o PanAmericano levou Silvio Santos a tomar uma decisão tão incomum quanto perturbadora no Brasil. O empresário assumiu integralmente a responsabilidade pelos danos e ofereceu seus bens para levantar empréstimo no Fundo Garantidor de Crédito  (FGC). Para sanar o problema, buscou recursos privados e não públicos, ao contrário do que ocorre por essas bandas.

Há pouquíssimos exemplos iguais no Brasil. O mais conhecido ocorreu, em fins do século- XIX, com Irineu Evangelista de Souza (1813-1889), o Barão de Mauá, ícone do empresariado nacional. Empreendedor visionário, foi à falência, em 1887, emparedado pela mentalidade de uma sociedade preconceituosa e escravocrata. 

Resignado, vendeu todos os bens para pagar as dívidas. Parece ficção, mas é verdade. Admi-radores mais devotados chegaram a dizer que hipotecou o próprio pincenê. Em seguida, retirou-se para Petrópolis e escreveu um opúsculo honesto e corajoso – Carta aos Credores e ao Público em Geral –, explicando as razões de suas desventuras econômicas.

Há um fio que liga os gestos de Lula, Silvio Santos e Mauá, que começou a vida como caixeiro de um armazém e trabalhava em troca de moradia e comida: o “Brasil de baixo”. Parte do País discriminada e desacreditada pelo “Brasil de cima”.

Em tempo: Mauá tornou-se, na época, referência internacional de empresário ousado e de visão. Assim aparece em um dos livros do escritor francês Júlio Verne. Fato, aliás, ignorado por quase todos, senão todos, biógrafos do Barão.

*****Maurício Dias é jornalista, editor especial e colunista da edição impressa de CartaCapital.  mauriciodias@cartacapital.com.br

sábado, 20 de novembro de 2010

Poesia de Sábado a Noite: "Adotarei o Amor "

Adotarei o Amor
 
"Adotarei o amor por companheiro
e o escutarei cantando, 
e o beberei como vinho,
e o usarei como vestimenta. 

Na aurora, o amor me acordará
e me conduzirá aos prados distantes. 
Ao meio dia, conduzir-me-á à sombra das árvores
onde me protegerei do sol como os pássaros. 
Ao entardecer conduzir-me-á ao poente, 
onde ouvirei a melodia da natureza
despedindo-se da luz, 
e contemplarei as sombras da quietude
adejando no espaço.  

À noite, o amor abraçar-me-á,
e sonharei com os mundos superiores onde
moram as almas dos enamorados e dos poetas.  

Na primavera, andarei com o amor, lado a lado,
e cantaremos juntos entre as colinas; 
e seguiremos as pegadas da vida,
que são as violetas e as margaridas; 
e beberemos a água da chuva,
acumulada nos poços,
em taças feitas de narciso e lírios.  

No verão, deitar-me-ei ao lado do amor
sobre camas feitas com feixes de espigas, 
tendo o firmamento por cobertor e a lua
e as estrelas por companheiras.  

No outono, irei com o amor aos vinhedos
e nos sentaremos no lagar, 
e contemplaremos as árvores se despindo
das suas vestimentas douradas 
e os bandos de aves migratórias
voando para as costas do mar.
 
No inverno, sentar-me-ei com o amor diante
da lareira e conversaremos 
sobre os acontecimentos dos séculos
e os anais das nações e povos.  

O amor será meu tutor na juventude, 
meu apoio na maturidade, 
e meu consolo na velhice.  

O amor permanecerá comigo até o fim da vida, 
até que a morte chegue, 
e a mão de Deus nos reuna de novo.
"
 
Gibran Khalil Gibran

Resolução do Diretório Nacional do PT


Nota do Blogueiro: Esta Resolução do Diretório Nacional pós eleições, enfatiza o que o PT deve ser daqui por diante.  sua importância na transformação social iniciada no Governo Lula e sua importância agora no Governo Dilma. Além disso deixa claro o quanto é importante sua estreita relação com os movimentos sociais e com toda a sociedade e deixa nitido que a Juventude tem papel fundamental nessa construção de um Brasil Socialmente Justo! 

Enfim, o PT deve ser o Partido dos Trabalhadores, das Trabalhadoras, do Povo Oprimido que vai erradicar a pobreza no Brasil!!!

Uma grande vitória 

A força do povo foi o fator determinante da vitória de 31 de outubro.

A direção nacional do Partido dos Trabalhadores saúda os milhões de brasileiros e de brasileiras, especialmente as centenas de milhares de ativistas dos partidos e movimentos sociais, que saíram às ruas para eleger Dilma e evitar a volta das forças do atraso, com seu discurso raivoso e de extrema-direita.

A eleição de Dilma Roussef garante a continuidade e o aprofundamento das mudanças iniciadas com a eleição de Luis Inácio Lula da Silva em 2002. A escolha de uma mulher para o principal cargo do país constitui, em si, um símbolo desta transformação.

Além de eleger Dilma, o PT passou a ter a maior bancada da Câmara, com 88 deputados, e aumentou de oito para 14 o total de senadores. Juntos, os partidos que apoiaram nossa candidata construíram maioria nas duas casas. Nos Estados, a base elegeu 15 dos 27 governadores, dos quais cinco do PT.

A companheira Dilma recebe um país muito diferente daquele que Lula encontrou em 2003. O Brasil de hoje superou a estagnação e retomou o crescimento, combinando-o com a inclusão social e a distribuição de renda. Mudanças que ocorreram em clima de fortalecimento da democracia.

Apesar disto, não nos devemos deixar dominar por um otimismo irresponsável que nos impeça de ver e, sobretudo, enfrentar os grandes desafios que ainda temos pela frente, entre os quais destaca-se o objetivo determinado por Dilma: eliminar a pobreza absoluta do país.

O Partido e o Governo deverão dedicar uma especial atenção à evolução da situação internacional, dominada por grandes incertezas no plano econômico e político, dos quais a “guerra cambial” é apenas um dos sintomas.

No plano interno, está colocada a urgência da reforma político-institucional e da democratização da comunicação. Caberá ao partido, ainda, ajudar na renovação da cultura política do país. Respeitando a liberdade de imprensa e de expressão, o PT tem de realizar um debate qualificado acerca do conservadorismo que se incrustou em setores da sociedade e dos meios de comunicação. Medidas essenciais para superar o descrédito de amplos setores de nossa sociedade para com partidos e instituições.

Ao PT caberá a complexa tarefa de ser a principal força de sustentação do Governo Dilma, ajudando a organizar e ampliar a participação da sociedade, especialmente a juventude, em favor das demandas democrático-populares.

Cabe ao partido, respeitando convicções religiosas e ideológicas, enfatizar o caráter laico do Estado brasileiro, defendendo todos aqueles segmentos da sociedade que foram e são historicamente discriminados.

Como partido de esquerda e socialista, caberá ao PT continuar defendendo sua plataforma congressual, para que o Brasil continue avançando e se consolide como uma democracia moderna, soberana, economicamente sustentável, e que permaneça como referência para todos os que lutam por um mundo mais justo, mais democrático, mais fraterno, menos desigual e sem preconceitos.

No limiar de um novo período de nossa história política, o Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores celebra o Governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva como responsável pela mais profunda transformação de nossa história recente. Está seguro de que a obra destes últimos oito anos terá continuidade e grandes avanços nos próximos quatro anos, com a intensa participação do povo brasileiro.
 
Brasília, 19 de novembro de 2010.

Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

624 Vagas de Emprego no Alto Tietê!

Mutirão de Empregos no Alto Tietê

A 4ª edição do Mutirão de Empregos, promovido pela Secretaria Estadual de Emprego e Relações do Trabalho (Sert), oferece 624 vagas, em diversas áreas, em seis cidades da região. As inscrições podem ser feitas no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) ou pela Internet.

Para se inscrever no PAT, é necessário que o candidato apresente carteiras de identidade e de trabalho, e que tenha pelo menos 18 anos. Já para quem vai se inscrever pela Internet no programa Emprega São Paulo é necessário informar os dados pessoais.

Entre as mais de 600 vagas oferecidas, 396 são para telemarketing. Também estão disponíveis vagas para carpinteiro de obras, cozinheiro, operador de caixa, eletrotécnico, garçom, porteiro de edifícios, atendente de lanchonete, entre outras.

Segundo a diretora regional da Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho, Edna Regina Teixeira, o mutirão irá permanecer por tempo indeterminado e a inscrição do candidato permanecerá para que posteriormente ele possa concorrer às novas vagas. Ela também explicou que o candidato pode alterar seu cadastro a qualquer momento pela Internet. "O objetivo desse mutirão é centralizar o maior número de oportunidades para quem emprega e para quem é empregado. O governo do Estado quer diminuir o índice de desemprego", disse a diretora.

Aqueles que efetuarem cadastro por meio do PAT ou pela Internet poderão participar de oficinas de qualificação. "As empresas procuram profissionais qualificados e damos esse suporte aos inscritos".

Ela disse ainda que jovens entre 16 e 18 anos podem participar de dois programas: Jovem Cidadão e Aprendiz Paulista, que irá qualificá-los para o mercado.

Os interessados podem acessar o  www.empregasaopaulo.sp.gov.br . As cidades que dispõem de PAT são Mogi, Suzano, Itaquá, Poá e Ferraz.

*****Fonte: Diário do Alto Tietê

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Um Pouco de Rachel de Queiroz...

Geometria dos ventos

Eis que temos aqui a Poesia,
a grande Poesia.
Que não oferece signos
nem linguagem específica, não respeita
sequer os limites do idioma. Ela flui, como um rio.
como o sangue nas artérias,
tão espontânea que nem se sabe como foi escrita.
E ao mesmo tempo tão elaborada -
feito uma flor na sua perfeição minuciosa,
um cristal que se arranca da terra
já dentro da geometria impecável
da sua lapidação.
Onde se conta uma história,
onde se vive um delírio; onde a condição humana exacerba,
até à fronteira da loucura,
junto com Vincent e os seus girassóis de fogo,
à sombra de Eva Braun, envolta no mistério ao
mesmo tempo
fácil e insolúvel da sua tragédia.
Sim, é o encontro com a Poesia.

Rachel de Queiroz


Calem a Boca, Nordestinos! (corrigido)

Calem a Boca, Nordestinos! (corrigido)

Por José Barbosa Junior

A eleição de Dilma Rousseff trouxe à tona, entre muitas outras coisas, o que há de pior no Brasil em relação aos preconceitos. Sejam eles religiosos, partidários, regionais, foram lançados à luz de maneira violenta, sádica e contraditória.

Já escrevi sobre os preconceitos religiosos em outros textos e a cada dia me envergonho mais do povo que se diz evangélico (do qual faço parte) e dos pilantras profissionais de púlpito, como Silas Malafaia, Renê Terra Nova e outros, que se venderam de forma absurda aos seus candidatos. E que fique bem claro: não os cito por terem apoiado o Serra... outros pastores se venderam vergonhosamente para apoiarem a candidata petista. A luta pelo poder ainda é a maior no meio do baixo-evangelicismo brasileiro.

Mas o que me motivou a escrever este texto foi a celeuma causada na internet, que extrapolou a rede mundial de computadores, pelas declarações da paulista, estudante de Direito, Mayara Petruso, alavancada por uma declaração no twitter: "Nordestino não é gente. Faça um favor a SP, mate um nordestino afogado!".

Infelizmente, Mayara não foi a única. Vários outros “brasileiros” também passaram a agredir os nordestinos, revoltados com o resultado final das eleições, que elegeu a primeira mulher presidentE ou presidentA (sim, fui corrigido por muitos e convencido pelos "amigos" Houaiss e Aurélio) do nosso país.

E fiquei a pensar nas verdades ditas por estes jovens, tão emocionados em suas declarações contra os nordestinos. Eles têm razão!

Os nordestinos devem ficar quietos! Cale a boca, povo do Nordeste!

Que coisas boas vocês têm pra oferecer ao resto do país?

Ou vocês pensam que são os bons só porque deram à literatura brasileira nomes como o do alagoano Graciliano Ramos, dos paraibanos José Lins do Rego e Ariano Suassuna, dos pernambucanos João Cabral de Melo Neto e Manuel Bandeira, ou então dos cearenses José de Alencar e a maravilhosa Rachel de Queiroz?

Só porque o Maranhão nos deu Gonçalves Dias, Aluisio Azevedo, Arthur Azevedo, Ferreira Gullar, José Louzeiro e Josué Montello, e o Ceará nos presenteou com José de Alencar e Patativa do Assaré e a Bahia em seus encantos nos deu como herança Jorge Amado, vocês pensam que podem tudo?

Isso sem falar no humor brasileiro, de quem sugamos de vocês os talentos do genial Chico Anysio, do eterno trapalhão Renato Aragão, de Tom Cavalcante e até mesmo do palhaço Tiririca, que foi eleito o deputado federal mais votado pelos... pasmem... PAULISTAS!!!

E já que está na moda o cinema brasileiro, ainda poderia falar de atores como os cearenses José Wilker, Luiza Tomé, Milton Moraes e Emiliano Queiróz, o inesquecível Dirceu Borboleta, ou ainda do paraibano José Dumont ou de Marco Nanini, pernambucano.

Ah! E ainda os baianos Lázaro Ramos e Wagner Moura, que será eternizado pelo “carioca” Capitão Nascimento, de Tropa de Elite, 1 e 2.

Música? Não, vocês nordestinos não poderiam ter coisa boa a nos oferecer, povo analfabeto e sem cultura...

Ou pensam que teremos que aceitar vocês por causa da aterradora simplicidade e majestade de Luiz Gonzaga, o rei do baião? Ou das lindas canções de Nando Cordel e dos seus conterrâneos pernambucanos Alceu Valença, Dominguinhos, Geraldo Azevedo e Lenine? Isso sem falar nos paraibanos Zé e Elba Ramalho e do cearense Fagner...

E Não poderia deixar de lembrar também da genial família Caymmi e suas melofias doces e baianas a embalar dias e noites repletas de poesia...

Ah! Nordestinos...

Além de tudo isso, vocês ainda resistiram à escravatura? E foi daí que nasceu o mais famoso quilombo, símbolo da resistência dos negros á força opressora do branco que sabe o que é melhor para o nosso país? Por que vocês foram nos dar Zumbi dos Palmares? Só para marcar mais um ponto na sofrida e linda história do seu povo?

Um conselho, pobres nordestinos. Vocês deveriam aprender conosco, povo civilizado do sul e sudeste do Brasil. Nós, sim, temos coisas boas a lhes ensinar.

Por que não aprendem conosco os batidões do funk carioca? Deveriam aprender e ver as suas meninas dançarem até o chão, sendo carinhosamente chamadas de “cachorras”. Além disso, deveriam aprender também muito da poesia estética e musical de Tati Quebra-Barraco, Latino e Kelly Key. Sim, porque melhor que a asa branca bater asas e voar, é ter festa no apê e rolar bundalelê!

Por que não aprendem do pagode gostoso de Netinho de Paula? E ainda poderiam levar suas meninas para “um dia de princesa” (se não apanharem no caminho)! Ou então o rock melódico e poético de Supla! Vocês adorariam!!!

Mas se não quiserem, podemos pedir ao pessoal aqui do lado, do Mato Grosso do Sul, que lhes exporte o sertanejo universitário... coisa da melhor qualidade!

Ah! E sem falar numa coisa que vocês tem que aprender conosco, povo civilizado, branco e intelectualizado: explorar bem o trabalho infantil! Vocês não sabem, mas na verdade não está em jogo se é ou não trabalho infantil (isso pouco vale pra justiça), o que importa mesmo é o QUANTO esse trabalho infantil vai render. Ou vocês não perceberam ainda que suas crianças não podem trabalhar nas plantações, nas roças, etc. porque isso as afasta da escola e é um trabalho horroroso e sujo, mas na verdade, é porque ganha pouco. Bom mesmo é a menina deixar de estudar pra ser modelo e sustentar os pais, ou ser atriz mirim ou cantora e ter a sua vida totalmente modificada, mesmo que não tenha estrutura psicológica pra isso... mas o que importa mesmo é que vão encher o bolso e nunca precisarão de Bolsa-família, daí, é fácil criticar quem precisa!

Minha mensagem então é essa: - Calem a boca, nordestinos!

Calem a boca, porque vocês não precisam se rebaixar e tentar responder a tantos absurdos de gente que não entende o que é, mesmo sendo abandonado por tantos anos pelo próprio país, vocês tirarem tanta beleza e poesia das mãos calejadas e das peles ressecadas de sol a sol.

Calem a boca, e deixem quem não tem nada pra dizer jogar suas palavras ao vento. Não deixem que isso os tire de sua posição majestosa na construção desse povo maravilhoso, de tantas cores, sotaques, religiões e gentes.

Calem a boca, porque a história desse país responderá por si mesma a importância e a contribuição que vocês nos legaram, seja na literatura, na música, nas artes cênicas ou em quaisquer situações em que a força do seu povo falou mais alto e fez valer a máxima do escritor: “O sertanejo é, antes de tudo, um forte!”

Que o Deus de todos os povos, raças, tribos e nações, os abençoe, queridos irmãos nordestinos!

José Barbosa Junior, na madrugada de 03 de novembro de 2010.

*****Fonte: Site Crer e Pensar (  http://migreme.net/utk  )


'Qualquer miserável tem um carro', reclama comentarista da Globo de SC


Nota do Blogueiro: é galera a cada dia que se passa percebemos o ovo da serpente ser chocado... A cada dia que se passa vemos mais ódio ser propagado...

São Paulo – O comentarista da RBS Luiz Carlos Prates atribui as mortes e problemas no trânsito no país à popularização do automóvel. Em comentário exibido na edição de segunda-feira (15) do noticiário local da retransmissora da Rede Globo em Santa Catarina, ele afirma que atualmente "qualquer miserável tem um carro". Esse fato decorre, em sua visão, "deste governo espúrio que popularizou, pelo crédito fácil, o carro para quem nunca tinha lido um livro".

Prates foi instado a comentar o fato de que 11 pessoas morreram no estado catarinense no feriado do dia da proclamação da República. No dia de finados (2 de novembro), foram 20 vítimas fatais de acidentes em rodovias.

Em sua fala, o comentarista adicionou ainda questões ligadas ao comportamento de habitantes de grandes cidades, como frustrações decorrentes de dificuldades familiares ("casais que não se toleram") e de questões socioeconômicas (morar em "uma gaiola que hoje chamam de apartamento"). A combinação de fatores como esse, aliados à "estultícia" seria, na visão dele, a razão das mortes.

Prates é conhecido por comentários polêmicos e notadamente conservadores. Em dezembro de 2009, por exemplo, ele declarou que João Baptista Figueiredo, o último presidente da ditadura militar, "ensinou o caminho da verdadeira luta e da verdadeira e legítima democracia". Disse ainda, na ocasião, que tinha liberdade plena durante o regime autoritário.

*****Fonte: Revista do Brasil ( http://migreme.net/vjv )

O Ódio da Imprensa Para Cegar o Torcedor

O Ódio da Imprensa Para Cegar o Torcedor

Po Mauro Carrara

Não por acaso, o Sport Club Corinthians Paulista assume frequentemente o lugar do Partido dos Trabalhadores (PT) como alvo do ódio das elites. O modelo de acusação é idêntico.
.
A ordem é insultar, desqualificar e criminalizar. Sistematicamente. No caso do clube fundado por operários no bairro do Bom Retiro, esse bombardeio midiático acaba de completar 100 anos.

Desde a época do antigo Velódromo, se o vencedor era o Corinthians, havia na página grafada sempre uma adversativa, um desmerecimento e um delito apontado.

Afinal, a que glória podia aspirar a agremiação dos carroceiros do Mercadão, das lavadeiras do Glicério, dos amoladores, dos braçais, dos italianos rotulados de carcamanos, dos negros sem sobrenome, dos espanhóis malaguetas, dos índios sem tribo, dos japas de fala enrolada e dos mestiços de toda sorte, tão brasileiros que pareciam merecer somente a exclusão.

E onde foi parar toda essa fúria de preconceitos? Cessou?

Não! Mantém-se intacta, ainda que estrategicamente oculta pelos interesses comerciais da mídia monopolista. Afinal, como afrontar diretamente 27 milhões de consumidores?
Ora, mas basta a dúvida para se revitalizar o ódio centenário.

Esta noite de sábado, estive com a neta ao estádio do Pacaembu. De lá das arquibancadas, assistimos ao fogo do prélio. E vimos também, inequivocamente, um zagueiro forte arremeter-se desastrosamente contra as costas do artilheiro Ronaldo.

Ora, pois, pênalti, indiscutível. Pênalti! Está na regra!

Fosse no meio-campo ou aos cinco minutos do primeiro tempo e seríamos poupados do teatro acusatório contra o árbitro.

Em casa e pude rever o lance na telinha, várias vezes. Não há disputa da bola pelo alto, e sim um golpe claramente faltoso do azulino. As câmeras oferecem registro límpido e cristalino da jogada.

Entretanto, a mídia precisa enodoar, mais uma vez, o triunfo do time do povo. Não me surpreendi, pois, ao topar com os comentários de Mauro Cezar Pereira, o mesmo que criminalizou o paixão de Lula pelo Corinthians, o mesmo que criou uma fábula para ver delito petista no projeto do estádio mosqueteiro.

Recentemente, o Corinthians viu surrupiados dois gols legítimos em Campinas, diante do Guarani. Os erros custaram ao clube dois pontos, caríssimos nesta reta final do campeonato.
Antes ainda, no primeiro turno, o Cruzeiro fora beneficiado pelo mesmo Sandro Meira Ricci, que desconheceu pênalti de Henrique sobre o alvinegro Bruno Cesar.

Tampouco se viu indignação de locutores e comentaristas quando o Fluminense foi auxiliado no jogo contra o Grêmio, no Engenhão. Um pênalti clamoroso de Leandro Eusébio sobre Jonas acabou desconsiderado pelo árbitro.

Mas os jogos do Corinthians são sempre um Enem em potencial. Há sempre um detalhe a ser midiaticamente convertido em escândalo. Afinal, a ordem é criminalizar os intrusos, os penetras da festa chique.

Lamentável é ver articulistas da chamada esquerda, como Laerte Braga, seguindo irresponsavelmente a procissão, repetindo venenosamente o coro acusatório.

Para refrescar a memória do leitor, Zezé Perrella, o ruidoso detrator do árbitro Meira Ricci é “raposa” política matreira, inescrupulosa e oportunista. Construiu sua carreira ao alinhar-se com o obscurantismo mineiro e com as forças do velho PFL.

Curiosamente, foi destacado pela CBF para comandar a delegação brasileira que vai ao Qatar, para o amistoso contra a Argentina.

Em boca fechada, não entra mosquito. Dedos inteligentes poupam articulistas da vergonha da ignorância e da contradição.

*****Publicado no Blog Vi o Mundo

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Poesia: "Cortar o Tempo"

Cortar o tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.

Carlos Drummond de Andrade

Nota da UNE e da UBES sobre o ENEM

Nota oficial - UNE e UBES defendem novo Enem opcional a todos os prejudicados


Na proposta das entidades, aqueles que fizeram o exame aplicado no último final de semana, terão sua nota garantida. Já os estudantes que se sentirem prejudicados teriam o direito a pedir nova prova
Diante dos fatos ocorridos na aplicação das provas do Enem no último final de semana, as entidades estudantis UNE e UBES voltaram a se manifestar publicamente nesta terça-feira. Leia a íntegra da nota:

1. A UNE e a UBES se posicionam contra a anulação do ENEM 2010. Milhões de estudantes realizaram a prova em condições adequadas, prepararam-se, e a anulação da prova seria cometer uma injustiça com esta grande maioria.

2.  A UNE e a UBES são intransigentes na defesa de que os estudantes prejudicados tenham o direito a realizar uma nova prova. Nenhum estudante pode ser prejudicado sob o risco de descredibilizar o ENEM.

3. A UNE e a UBES exigem que o MEC determine OBJETIVAMENTE os critérios para que os estudantes tenham direito a este novo exame. Se o MEC não tiver condição de determinar estes critérios, a UNE defende que o critério seja opcional, ou seja, todos aqueles que se disserem prejudicados devem ter o direito a esta nova prova. O estudante que optar por não fazer esta nova prova deve ter garantida a sua nota inicial.

4. A UNE e a UBES permanecem aguardando a retratação do MEC em relação ao post publicado no twitter da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação.

5. A UNE a UBES reivindicam a criação de um Instituto Federal que será o responsável pela aplicação das provas do ENEM.

6. A UNE a UBES reivindicam ainda a marcação de uma audiência com o ministro da Educação para que representantes das entidades estudantis e um grupo de estudantes prejudicados possam discutir os pelos problemas ocorridos no ENEM.
7. Defender o Enem é, antes de tudo, corrigir os seus erros. A UNE e a UBES voltam a ressaltar que NÃO se somam àqueles que se utilizam de equivocos para derrotar o ENEM. Na opinião da UNE e da UBES, o ENEM deve se consolidar na direção da democratização da universidade brasileira como são os casos do ProUni e da seleção de dezenas de universidades federais pelo país, superando o velho modelo do vestibular, cruel método de acesso ao ensino superior no pais. O Enem é também elemento fundamental na construção do Sistema Nacional da Educação.

9 de novembro de 2010
União Nacional dos Estudantes  (UNE)
União Brasileira dos Estudantes Secundaristas  (UBES)

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Inscrições Abertas Para Cursos de Línguas em 2011


Que tal começar 2011 aprendendo uma nova língua? Para o jovem que se interessa, estão abertas as inscrições para os Centros de Estudos de Línguas (CELs) em 2011.

Criados pela Secretaria Estadual de Educação, os CELs possuem aulas de inglês, espanhol, francês, italiano, japonês e alemão. Para se inscrever é preciso estar cursando a partir da sétima série do Ensino Fundamental, tanto no ensino regular quanto no supletivo, da rede estadual. Para o inglês, a exigência é que o aluno esteja no Ensino Médio.

Os cursos possuem a duração de seis semestres, com 480 horas de duração ou, no caso da língua inglesa, 120h de duração em dois semestres. Os interessados podem se inscrever em uma das 99 unidades dos CELs, divididos em 20 na capital, 17 na região metropolitana de São Paulo e ainda 62 nas cidades do interior. Para saber o CEL mais próximo da sua casa, visite o site. Para saber mais, ligue no telefone (11) 3237-2115

Palestra Sobre Drogas Ilicitas

Palestra Sobre Drogas Ilícitas

O CONSEG – Itaquá (Conselho Comunitário de Segurança - Itaquaquecetuba), vai realizar uma palestra sobre Drogas Ilícitas no dia 25 de novembro de 2010 com o Sr. José Carlos Oliveira na Associação Comercial de Itaquaquecetuba.

O quê? Palestra sobre drogas ilícitas
Onde? Rua Carlos Barbosa da Silva, 51, Centro de Itaquaquecetuba – Na rua ao lado do Banco do Brasil.
Quando? 25 de novembro de 2010
Que Horas? 19h00

Mais informações pelo celular 9597-6814, falar com o Joselito.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Artigo: Os Cinco Derrotados Nessa Eleição

Os Cinco Derrotados Nessa Eleição

Por Altamiro Borges

A eleição de Dilma Rousseff tem uma dimensão histórica. Após eleger o operário Lula, num fato inédito, o povo brasileiro repete a façanha e agora elege a primeira mulher presidenta da República. A cultura machista sofre a maior derrota da sua existência.

Mas os derrotados nesta eleição histórica foram muitos. Listo os cinco principais:

1- O bloco neoliberal-conservador. Serra representava o retorno às políticas de FHC, que devastaram o estado, a nação e o trabalho – com suas privatizações, subserviência aos EUA, desemprego e criminalização dos movimentos sociais. O povo deu uma surra nos demotucanos na sucessão e ainda expulsou alguns de seus líderes do Legislativo.

2- A direita fascistóide. Serra reagrupou o que há de mais reacionário na sociedade. Dos golpistas da TFP e Opus Dei, aos milicos de pijama e aos fundamentalistas das igrejas. Estes setores babaram ódio, espalharam calúnias e preconceitos, exploraram o atraso. Mas o povo não se deixou contaminar e garantiu 12 milhões a mais para Dilma.

3- Mídia golpista. As sete famílias que monopolizam o setor e que manipulam corações e mentes bombardearam Dilma. TV Globo, Veja, Folha e Estadão, entre outros, viraram cabos-eleitorais de Serra. A mídia, principal partido da direita e inimiga das lutas sociais e das mudanças, sofreu dura derrota. Espera-se, agora, que percam audiência e tiragem.

4- Ruralistas escravocratas. Apesar de Lula ter cedido aos barões do agronegócio, eles garantiram as maiores votações para Serra. Para eles, Dilma representa a possibilidade de se avançar na reforma agrária, na punição do trabalho escravo e infantil e na defesa do meio ambiente. É bom que Dilma fique esperta e não cometa o mesmo erro de Lula.

5- Imperialismo. Apesar do teatro diplomático, os EUA detestavam a política externa de Lula, expressa na rejeição ao golpe em Honduras, na busca pela solução pacífica com o Irã, no apoio aos governos progressistas da América Latina e à integração regional. The Economist e Financial Time inclusive explicitaram apoio a Serra. Mas o império não conseguiu abortar a continuidade da política externa soberana.

*Altamiro Borges (PC do B).

Vagas Para Telemarketing na ATENTO

SELEÇÃO DA ATENTO

Galera, a ATENTO, empresa de Telemarketing está selecionando pessoas para vagas de Ativo de Vendas.

O Salário é de:
*De segunda a sexta feira, R$ 425,00 + Comissão;
*De segunda a sábado, R$ 510,00 + Comissão;

Data: 08/11 (Segunda feira agora)
Local: Rua Marquês de Itu, Nº 52, Metrô República
Horário: 14h00

Ao chegar ao local deve se informar na Recepção.  É importante levar currículo e alguns documentos pessoais como RG, CPF e etc...

Abraços!!!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Artigo: "O Amor Venceu o Ódio"


O Amor Venceu o Ódio

Por Marcello Barbosa

O dia 31 de outubro de 2010 vai ser lembrado pelos Brasileiros como o Dia que uma Mulher foi eleita a sua primeira Presidente em 121 anos de República, mas, além disso, vai ser marcado como o dia que as forças Progressistas derrotaram a Elite Conservadora e Preconceituosa do País que há 510 anos exploram nosso Povo, nossas Crianças e nossas Mulheres!

Nunca na história do Brasil foi feita uma Campanha com tanto ódio orquestrada pelos setores mais conservadores da Sociedade, setores estes representados na Coligação PSDB-PPS-DEM do candidato Serra. O Brasil tem uma marca própria de tolerância e irmandade, nesta eleição vimos um Candidato a Presidente da República agir com irresponsabilidade, beirando a loucura de Nero quando colocou fogo em Roma! Ele jogou irmão contra irmã, companheiro contra companheiro, criou uma guerra religiosa, uma Guerra de Preconceitos, chegou à lama da ultra – direita e vimos mais uma vez um ovo da serpente da intolerância ser colocado em nossa Sociedade.

No inicio queriam colar na imagem de Dilma que por ela ser mulher era frágil, e não conseguiria governar...  Sua resposta foi a prova de sua competência como Ministra e uma Campanha com dignidade.

Não satisfeita sua oposição quis coloca – la como uma bandida e terrorista. A oposição, a Direita Udenista do século XXI inverteu sua história, afinal Dilma a heroína que lutou contra a Ditadura, foi transformada numa vilã, pelos verdadeiros vilões daquela época... Mas o povo não é bobo, e reconheceu que Dilma era uma verdadeira Guerreira da Pátria Brasileira, que passou seus anos de juventude na luta contra uma cruel Ditadura. Lutou pela liberdade do Povo Brasileiro.

A partir daí com o crescimento de Dilma nas pesquisas começaram a onda de boatos, uma verdadeira Guerrilha de mentiras espalhadas na Internet que ganharam as ruas para combater a “ameaça Dilma”, afinal Dilma é uma ameaça para a Elite exploradora do Brasil.

Vimos o candidato Serra acusar sem provas, vimos a esposa do candidato Serra falar que Dilma matava criancinhas, vimos o Vice do candidato Serra dizer que em seu Governo homossexuais não teriam direitos civis e na reta final vimos um Bispo usar da Igreja para fazer Campanha contra Dilma e a favor de Serra... Isso foi apenas o capítulo recente, pois afinal o Democratas Partido aliado de Serra foi contra o ProUni deixando clara sua visão preconceituosa e o próprio Serra sempre culpou os Nordestinos pelo baixo desempenho educacional do Estado de São Paulo...

Dilma e sua Campanha enfrentaram toda a Intolerância da Velha e caquética Direita Brasileira, enfrentou o machismo, enfrentou o racismo, enfrentou a homofobia, enfrentou a xenofobia e provou que mais fortes são os Poderes do Povo! Provou que o Brasil é feito de homens e mulheres, brancos, negros, índios, amarelos, Heterossexuais, Homossexuais... Enfim o Brasil pertence aos Brasileiros, povo soberano, alegre, colorido e lutador!

Mesmo assim, é triste e preocupante ver que em pleno século XXI, em um país lindo como o Brasil, com uma história de paz e fraternidade, bem representada pelo Governo Lula que foi um Governo conciliador e pacificador, vemos que idéias extremistas nazi-fascistas ainda existem e devem ser combatidas. Hoje dia 01 de novembro vemos no Twitter, fenômeno das redes sociais uma campanha vergonhosa de difamação e ódio contra a população do norte e nordeste do País. A direita Udenista do século XXI não aceita essa derrota, mas em seu salto de orgulho não admite que está errada e culpam os nordestinos pela sua derrota.

Hoje vemos mais uma inversão de valores, aquele povo sofrido, que sempre foi explorado, o povo nordestino agora também é vilão, como Dilma foi no inicio desta campanha de ódio. Hoje os exploradores do Povo do nordeste, a velha elite coronelista e burguesia do eixo sul e sudeste fazem uma verdadeira campanha de ódio contra aqueles que ajudaram e deram seu sangue e suor para construir nosso Brasil. Agora a culpa é dos povos oprimidos e explorados, agora a culpa é dos negros, a culpa é do povo pobre... A Culpa de eleger a 1ª mulher Presidente do Brasil, a culpa de vencer o ódio pela democracia, a culpa de desejar que o Brasil continue mudando, é dos povos oprimidos! Então os oprimidos vencem! Venceram Com Lula duas vezes e agora vencem com Dilma!

Este é o momento do Povo Brasileiro se manter alerta, não podemos nos esquecer que foram pensamentos de separação de raças, de superioridade e inferioridade que nasceu o nazismo na Alemanha e mais de 50 milhões de pessoas tiveram suas vidas ceifadas em uma guerra que não era delas... Não podemos nos esquecer que a Direita de hoje descende daquela Direita da Ditadura Militar que matou e torturou jovens que viviam no sonho de uma Sociedade melhor, inclusive uma jovem chamada Dilma Roussef. E esse mesmo pensamento de perseguição religiosa e opressão mandaram milhares de mulheres para a fogueira durante a Idade Média, acusadas pela Igreja de serem Bruxas.

Nesta eleição o Amor venceu o Ódio. O Amor por um Brasil melhor, o Amor por um Brasil Justo, o Amor por um Brasil do Presente e do Futuro, venceu um ódio cego e ignorante.

Viva o Povo Brasileiro, de várias raças, sotaques e culturas!
Viva a Pátria Brasileira, com sua história de paz!
Viva O Partido dos Trabalhadores, com seus 30 anos de sonhos e Lutas!
Viva Dilma Roussef, a Jovem que acreditou em seus sonhos de um Brasil Justo aos 19 anos de idade e hoje pode concretizá-los!

*Marcello Barbosa é Secretário Municipal da Juventude do PT de Itaquaquecetuba, Coordenador de Finanças da JPT do Alto Tietê e Membro do CONSEG-Itaquá.
Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...