sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Juventude do PT-SP: É Radicalizar Para Avançar!!!



SÃO PAULO FORA DA ORDEM! 
É Radicalizar Para Avançar!!!!
 
Apresentamos ao II Congresso da JPT propostas para juventude que vão além de uma perspectiva desenvolvimentista ou reformista. Para nós não é possível construir uma sociedade justa e igualitária nos marcos do capitalismo, e, por isso dizemos em alto e bom som que o PT deve ser um agente de transformação da sociedade rumo ao socialismo democrático.

Compreendemos a educação como um dos mais importantes elementos na formação de uma sociedade crítica e vocacionada para a transformação social. Defendemos uma revolução pedagógica em que o processo educacional seja o da construção coletiva do saber e convocamos a JPT a fazer uma grande mobilização nacional em defesa do conhecimento e da emancipação.

Entendemos que a JPT também deve pautar a questão dos Direitos Humanos, bem como a garantia dos direitos civis, políticos, sociais, econômicos e culturais, de forma universal, interdependente e complementar.

Defendemos que nossa juventude precisa saber o que aconteceu com os jovens das décadas de 60 e 70 que lutaram pela construção da democracia em que vivemos hoje e pela recuperação dos direitos de liberdade e expressão que hoje possuímos.

Acreditamos que é dever da juventude se colocar Fora da Ordem que mantém os valores estabelecidos no período militar e que garante a impunidade dos crimes cometidos pelo Estado brasileiro e seus apoiadores. Pela instauração da Comissão da Verdade!

Outra pauta central é a da luta pelo trabalho decente que vai desde a redução da jornada de trabalho até a regulamentação real dos estágios. Nossa tese também defende a necessidade de democratização da mídia, o combate ao racismo, a homofobia e o machismo, bem como o direito ao trabalho, a terra e a cidade.

Somos FoRa dA OrDeM Por quê não concordamos que o PT seja o maior Partido de Esquerda da América Latina e isso não se reflita em sua Juventude!

Somos FoRa dA OrDeM Por quê não aceitamos o Governo Opressor e conservador do PSDB no Estado de São Paulo!

Somos FoRa dA OrDeM Por quê lutamos pela implantação do Socialismo e combatemos toda forma de opressão!
 
13 Pontos FoRa dA OrDeM Para Radicalizar e Avançar!

1º - Construção de uma JPT Transversal! – A JPT-SP deve ter uma ação conjunta com cada Setorial do PT!  Hoje o Jovem petista tem a oportunidade militar na Juventude e também em um setorial de sua escolha, possibilitando a ele participar de outros debates dentro do Partido;

2º - JPT de Luta é JPT de Base! – Temos a tarefa de garantir que todas as Cidades que organizaram Congresso da Juventude do PT mantenham suas Secretarias Municipais funcionando! Além disso, temos que fazer uma Grande Campanha de Criação de Secretarias Municipais da JPT por todo o Estado! Em conjunto com essa Campanha, fomentar a criação de Núcleos de Juventude e de Fóruns Livres;

3º - Fortalecimento das Macro-Regiões! - Temos 04 realidades diferentes: Capital, Região Metropolitana, Interior e Litoral. São quatro realidades diversas que a JPT-SP deve estar antenada e para isso deve ter como prioridade o fortalecimento das Macros!

Cada região de São Paulo tem uma característica especifica a próxima gestão da JPT-SP, tem o desafio de estar presente em todos os cantos, entender essas características em sua gestão e acima de tudo conhecer cada luta regional para assim avançar com a mobilização e a luta da JPT do Estado! As Macros são extensões da JPT-SP e devem ter como um dos objetivos a descentralização da Secretaria Estadual da JPT!

4º Juventude no Comando! - Devemos fazer uma intensa discussão dentro do Diretório Estadual para incluir como prioridade  do PT-SP a priorização das candidaturas jovens e construção das PPJ's nos Planos de Governo Petistas e em nossos Governos. Nesse debate de candidaturas jovens devemos ir além! Até hoje se discute muito Candidaturas Jovens de Vereador (a), um pouco sobre candidaturas a Prefeito (a) e nada sobre candidaturas a Câmara Federal ou ALESP. Devemos ir além e discutir as candidaturas de jovens na esfera do Executivo Municipal e avançar na discussão de eleger Deputados e Deputadas jovens!

Devemos fazer uma política de inclusão da temática de Juventude (Candidaturas Jovens e PPJ's) em cada Setorial e Secretaria do Partido, fortalecer a discussão de Candidaturas Jovens com real apoio Institucional do PT e garantir que todas as candidaturas do PT se comprometam com a construção de PPJ's.

É urgente a articulação da JPT-SP com as outras Secretarias do PT! Devemos ter uma construção conjunta com o GTE em todas as eleições e construir junto a Secretaria de Relações Institucionais do PT um dialogo com nossas Prefeituras na construção das PPJ's e principalmente fortalecer a Frente Parlamentar de Juventude na ALESP e dialogar com todos os mandatos no sentido de avançar no debate de PPJ's!

5º - Formação Política: Radicalizar e Inovar! -  Devemos construir um Plano Estadual de Formação Política para a JPT e para jovens que querem conhecer o PT! Devemos inovar na Formação Política! Com linguagem popular, momentos de descontração e trazer o debate da Luta de Classes para o dia-dia do jovem.

A Formação Política deve deixar de ser apenas para Dirigentes, mas também para toda a Juventude do PT que quer ter formação! Além disso devemos ter espaços de formação da Juventude não filiada, que quer  conhecer o PT, fortalecendo também os Fóruns Livres a serem criados!

6º - Luta Real é no Movimento Social! - A JPT-SP tem que dar uma guinada e participar de todas as lutas populares Ela deve estar presente nos acampamentos do MST, nas ocupações do Centro das Grandes Cidades, na luta pela preservação do Meio Ambiente, nos Sindicatos e Greves, nas Escolas e Universidades, Cooperativas de Trabalhadores, fazer o debate do Software Livre, do Combate ao Racismo, da Luta das Mulheres e LGBT, enfim a JPT Paulista deve ser Militante e de Luta!

O Tucanato instaurado no Governo Paulista a décadas tem como principal política para a juventude, a opressão, cabe a JPT-SP levantar-se construindo diversos levantes em todo o Estado! Quando digo levantes é fortalecer cada mobilização popular que combata esse descaso! A JPT Paulista tem que estar ombro a ombro com todo Militante das causas populares! Se a luta é do Povo, a Luta é da JPT!

7° - Encantando Mentes e Corações! - Hoje o PT-SP tem cerca de 50 mil jovens filiados, nossa tarefa é ampliar nossa base de jovens e trazer esses filiados para o dia-dia da JPT, pois sua maioria não estão no dia-dia partidário.

Devemos fazer uma grande Campanha Pública de Filiação à Juventude do PT! Lançar uma Campanha para dentro do Partido de mobilização da Juventude filiada e garantir uma Comunicação eficaz nas Redes Sociais.

Devemos criar o Site da JPT-SP, introduzir a Juventude na Revista Linha Direta, criação de uma ampla Rede Social Colaborativa da JPT-SP e uma atuação conjunta com a Secretaria Estadual de Comunicação do PT e com o MAV-PT-SP (Núcleo de Militância em Ambientes Virtuais do PT)  e a criação de Boletins Impressos da JPT Paulista mas que sejam especifico para cada Macro-Região abordando os temas estaduais mas principalmente os temas de cada região.

8- Vencer em 2012 Para Vencer em 2014! - O saldo de todos os Congressos da JPT este ano será nosso avanço no debate e nossa mobilização que deve permanecer para fortalecer de nosso Partido em cada Município para disputar as eleições 2012! A JPT-SP deve ser protagonista nas eleições 2012, com mobilização social, candidaturas jovens, e ser parte Dirigente deste processo! A JPT-SP deve assumir papel destacado por todo o Estado e garantir a temática de juventude em nossos Planos de Governo, materiais específicos, Comitês de Juventude e nos Programas de Rádio e TV! Aproveitar o momento de Campanha para se aproximar da juventude em geral e de toda a sociedade garantir o avanço do PT em cada Cidade é vencer o Projeto Conservador instaurado no Palácio dos Bandeirantes e será o inicio da derrota dos tucanos em 2014!

9 - Para Uma Nova Geração Uma Nova Forma de Fazer Política Precisamos fazer da política algo atrativo para os jovens. A utilização de redes sociais, táticas de guerrilha virtual, manifestações de rua irreverentes como temos visto no Chile e espaços menos formais são exemplos de como a política não precisa ser chata para ser séria

10 - Secunda Também faz Política! - Pelo retorno da filiação interna para adolescentes de 14 a 16 anos;

11 - Autonomia Financeira e Transparência! – Temos que lutar e garantir 5% dos recursos do PT-SP para a JPT-SP, e prestação de contas mensal a ser divulgada no nosso site;

12 - Igualdade na JPT! - Tornar periódicos os espaços de auto-organização da Juventude Negra, das Jovens Mulheres do PT, da Juventude LGBT, da Juventude Trabalhadora, dos estudantes petistas e de outras frentes que a nossa juventude atua;

13 – JPT nas Ruas! – Realização de Campanhas de Mobilização por todo o Estado! É urgente que a JPT-SP tenha um Calendário de Mobilização Constante! É pauta prioritária da JPT-SP organizar as Campanhas pela Reforma Política, Pela Redução da Jornada de Trabalho, Por 10% do PIB para a Educação, a “Se liga 16” e qualquer campanha que tenha por objetivo defender a Juventude Paulista!

É Marcello Barbosa Secretário Estadual!!!

Com essa Plataforma apresentamos o Companheiro Marcello Barbosa para assumir a tarefa de Secretário Estadual da Juventude do PT de São Paulo!!!

Marcello Barbosa, tem 23 anos, foi Presidente do Grêmio Estudantil Juventude Radical (2005-2007), Presidente da UMES-Itaquaquecetuba (2007-2009), Tesoureiro Geral da UPES (2007-2008), Candidato a Vereador (2008), Diretor de PPJ da UBES (2009), 1° Secretário do CONSEG-Itaquaquecetuba (2009-2010), e  disputou a Presidência do PT de Itaquaquecetuba em 2009. 

Atualmente exerce a tarefa de Secretário Municipal da JPT de Itaquaquecetuba, Coordenador de Finanças da JPT Macro Alto Tietê - Guarulhos, Coordenador de Relações Institucionais da JPT-SP, além de militar nos Movimentos Populares de transporte, juventude e educação.

O Companheiro Marcello Barbosa, tem como traço principal sua militância nos Movimentos Sociais e a construção da juventude do Partido dos Trabalhadores!

É Tássia Secretária Nacional!!!

Tássia Rabelo iniciou sua militância começou em pré-vestibulares comunitários e conheceu a juventude do PT estadual através de uma reunião do coletivo. A partir daí começou a participar de todas as atividades para as quais era convidada.

Iniciou sua militância no movimento universitário, entrou para o coletivo estadual de juventude, foi do CA de Ciências Sociais e depois diretora do DCE da UERJ. Conheceu o movimento de mulheres e se descobriu feminista, o que de acordo como ela, foi uma das maiores e mais gratificantes surpresas de sua militância. 

Atualmente é Coordenadora de Assuntos Institucionais da JPT, formada em Ciências Sociais , hoje é mestranda em Ciência Política.


Seja Também Fora da Ordem!

 

WikiLeaks aponta Wiliam Waack como informante do governo dos EUA patrocinado pela CIA

Nota do Blogueiro: Mais uma Prova que a Rede Globo ainda serve ao Liberalismo Selvagem e contra os interesses nacionais! Afinal a Rede Globo apoiou a Ditadura e hoje está ao lado do Imperialismo Assassino Norte Americano!

WikiLeaks aponta Wiliam Waack como informante do governo dos EUA patrocinado pela CIA

O repórter William Waack, da Rede Globo de Televisão, foi apontado como informante do governo norte-americano, segundo post do blog Brasil que Vai – que citou documentos sigilosos trazidos a público pelo site WikiLeaks há pouco menos de dois meses. De acordo com o texto, Waack foi indicado por membros do governo dos EUA para “sustentar posições na mídia brasileira afinadas com as grandes linhas da política externa americana”.

Por essa razão, ainda segundo o texto, é que se sentiu à vontade para protagonizar insólitos episódios na programação que conduz, nos quais não faltaram sequer palavrões dirigidos a autoridades do governo brasileiro.


O post informa ainda que a política externa brasileira tem “novas orientações” que “não mais se coadunam nem com os interesses norte-americanos, que se preocupam com o cosmopolitismo nacional, nem com os do Estado de Israel, influente no ‘stablishment’ norte- americano”. Por isso, o Departamento de Estado dos EUA “buscou fincar estacas nos meios de comunicação especializados em política internacional do Brasil” – no que seria um caso de “infiltração da CIA (a agência norte-americana de inteligência) nas instituições do país”.


O post do blog afirma ainda que os documentos divulgados pelo Wikileaks de encontros regulares de Waack com o embaixador do EUA no Brasil e com autoridades do Departamento de Estado e da Embaixada de Israel “mostram que sua atuação atende a outro comando que não aquele instalado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro”.

*Fonte:  Correio do Brasil

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Após problema com trem na linha Safira em SP, passageiros caminham nos trilhos

Nota do Blogueiro: A Linha Safira (Brás - Calmon Viana)  é uma das Linhas mais sucateadas da CPTM, com superlotação e constantes atrasos. Além disso em Itaquaquecetuba, temos três estações de trem (Manoel Feio, Itaquaquecetuba e Aracaré), nenhuma delas tem acessibilidade e nenhuma delas foi reformada... 

Temos um Governador que não liga para a nossa Cidade, Uma Deputada Estadual que obedece cegamente o Governador e um Prefeito que por algum motivo muito estranho não faz cobranças ao Pálacio dos Bandeirantes!

Vejam a Matéria do G1:

Um problema na Linha 12- Safira, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que liga o Brás a Calmon Viana, fez com que passageiros descessem da composição e caminhassem pelos trilhos na manhã desta terça-feira (25). Por volta das 8h15, a circulação ainda não estava normalizada. Nesta manhã, também houve problema com a Linha 5-Lilás do Metrô.

Às 6h40, um trem da CPTM que seguia no sentido do Brás apresentou defeito no sistema de tração entre as estações Engenheiro Goulart e Tatuapé. De acordo com a CPTM, os usuários não aguardaram o restabelecimento do trem, acionaram o sistema de emergências das portas e desceram à via.

Os trens da linha Safira passaram a circular desde então com maior intervalo e maior tempo de parada nas estações. A CPTM afirmou que os usuários estão sendo orientados pelo serviço de som das estações e trens.

Metrô- Uma falha na rede de alimentação elétrica entre as estações Largo Treze e Santo Amaro da Linha 5-Lilás do Metrô faz com que as composições circulem somente por uma via e com velocidade reduzida entre as estações Capão Redondo e Largo Treze. As equipes do Metrô trabalhavam para solucionar o problema, mas às 8h50 não havia previsão para que os trens voltassem a circular normalmente.

*Fonte: G1

Dilma: “Pronatec é a maior reforma da educação profissional”

A presidenta Dilma Rousseff qualificou hoje (24) o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec) como “a maior reforma da educação profissional” da história do país. Aprovado pelo Congresso, o programa será sancionado por ela nos próximos dias. Em seu programa semanal de rádio, Dilma disse que o Pronatec receberá investimentos de R$ 24 bilhões até 2014.

O objetivo, segundo a presidenta, é criar 8 milhões de vagas em cursos de formação técnica e profissional. “Vão ser 5,6 milhões de vagas para cursos de curta duração, destinados à qualificação profissional de trabalhadores. E mais 2,4 milhões de vagas para cursos técnicos, voltados para os estudantes do Ensino Médio, com duração de pelo menos um ano”, explicou.

Dilma também destacou a importância que assumiu o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado no último fim de semana. Em todo o país, 100 instituições de ensino superior utilizam o exame para a seleção de seus estudantes. “O Enem vem se tornando a maior porta de entrada para universidade no Brasil. As notas são o critério utilizado para distribuição, por ano, de 150 mil vagas do ProUni e de outras 150 mil vagas nas universidades federais. São também a porta de entrada para a seleção das bolsas de estudos para os que irão se beneficiar do programa Ciência sem Fronteira”, destacou.

Veja o Café com a Presidenta:

Apresentador: Presidenta, entra em vigor nos próximos dias a lei do Pronatec, um projeto do governo para qualificação profissional de jovens e trabalhadores que o Congresso aprovou. Como ele vai funcionar?

Presidenta: Olha, Luciano, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego, o Pronatec, é a maior reforma da educação profissional já feita no Brasil. Serão R$ 24 bilhões em investimentos para oferecer, até 2014, 8 milhões de vagas em curso de formação técnica e profissional, para os estudantes do Ensino Médio das nossas escolas públicas e para os nossos trabalhadores. Vão ser 5,6 milhões de vagas para cursos de curta duração, destinados à qualificação profissional de trabalhadores. E mais 2,4 milhões de vagas para cursos técnicos, voltados para os estudantes do Ensino Médio, com duração de pelo menos um ano. Estamos construindo 208 novas unidades dos Institutos Federais de Educação Profissional, sendo que 35 delas ficarão prontas ainda este ano. Estamos ainda fazendo uma parceria com o sistema S – Senai e Senac – que só este ano, irá ampliar a oferta de cursos profissionalizantes gratuitos para 630 mil vagas. Além disso, investimos R$ 1,7 bilhão na construção de 176 escolas técnicas estaduais, e também na reforma, ampliação e compra de equipamentos de outras 543 unidades. O Pronatec também vai financiar cursos técnicos em escolas privadas de educação profissional, como faz hoje com o Ensino Superior, por meio do Fies, o Fundo de Financiamento Estudantil. Além disso, Luciano, com o Pronatec, os investimentos das empresas em educação profissional não serão mais tributados.

Apresentador: E como serão esses cursos?

Presidenta: Teremos cursos técnicos de pelo menos um ano, que complementam o Ensino Médio, dando ao jovem uma formação profissional. Esses cursos podem ser feitos durante ou após a conclusão do Ensino Médio. Os estudantes, Luciano, que moram em pequenos municípios poderão fazer esses cursos técnicos à distância. Teremos cursos também para aqueles que buscam uma formação profissional mais rápida. Aí, a opção são os cursos de qualificação, que podem ser feitos de dois a seis meses. Vamos garantir que 30% dos recursos destinados à ampliação da oferta de educação profissional e tecnológica, sejam aplicados nas regiões Norte e Nordeste. Também reservamos 5% das vagas para formação de pessoas com deficiência.

Apresentador: O Pronatec também vai oferecer oportunidades para os beneficiários do Programa Brasil sem Miséria, presidenta?

Presidenta: Ah, vai sim, Luciano. O governo federal reservou 1,1 milhão de vagas para os beneficiários do Brasil sem Miséria. Para isso, vamos atuar sempre em parceria com as prefeituras, que serão responsáveis pela participação da população adulta do Bolsa Família no programa. Neste ano, Luciano, teremos, para os beneficiários do Brasil sem Miséria, 55 mil vagas nos cursos do Senai, do Senac e nos institutos federais.

Apresentador: Presidenta, nesse final de semana, estudantes de todo o Brasil se mobilizaram para fazer a prova do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio. É um momento muito importante para muita gente, não é?

Presidenta: É sim, Luciano. É importante para todo o nosso país. Neste final de semana, cerca de 4 milhões de estudantes fizeram as provas do Enem, que vem se tornando a maior porta de entrada para universidade no Brasil. Para você ter uma ideia, as notas do Enem são o critério utilizado para distribuição, por ano, de 150 mil vagas do ProUni. E de outras 150 mil vagas nas universidades federais. São também a porta de entrada para a seleção das bolsas de estudos para os estudantes que irão se beneficiar do programa Ciência sem Fronteira. Cem instituições públicas, sabe, Luciano, já usam o Enem na seleção de seus estudantes. E esse número tende a crescer a cada ano. Só para lembrar, o Enem é uma prova que o Ministério da Educação aplica em quem está concluindo o segundo grau e quer entrar na universidade. A aplicação da prova é um esforço de grandes dimensões que ocorreu este ano em 1.602 cidades de todo o país. E mobilizou, Luciano, para você ter uma ideia, 400 mil profissionais, entre professores, policiais, funcionários dos Correios e fiscais. Tudo isso, Luciano, nos ajuda a democratizar o acesso à universidade.

Apresentador: Presidenta, nosso tempo chegou ao fim. Obrigado por esse Café.

Presidenta: Olha, Luciano, muito obrigada. E uma boa semana para todos os ouvintes que nos acompanharam até agora.”

*Fonte: Congresso em Foco

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Diploma em jornalismo: uma exigência que interessa à sociedade

Diploma em jornalismo: uma exigência que interessa à sociedade

O principal argumento, entre os tantos que se pode levantar para a exigência do diploma de curso de graduação de nível superior para o exercício profissional do jornalismo, é o de que a sociedade precisa, tem direito à informação de qualidade, ética, democrática. Informação esta que depende, também, de uma prática profissional igualmente qualificada e baseada em preceitos éticos e democráticos. E uma das formas de se preparar, de se formar jornalistas capazes a desenvolver tal prática é através de um curso superior de graduação em jornalismo.

Por isso, de todos os argumentos contrários a esta exigência, o que culpa a regulamentação profissional e o diploma em jornalismo pela falta de liberdade de expressão na mídia talvez seja o mais ingênuo, o mais equivocado e, dependendo de quem o levante, talvez seja o mais distorcido, neste caso propositalmente. 

Qualquer pessoa que conheça a profissão sabe que qualquer cidadão pode se expressar por qualquer mídia, a qualquer momento, desde que ouvido. Quem impede as fontes de se manifestar não é nem a exigência do diploma nem a regulamentação, porque é da essência do jornalismo ouvir infinitos setores sociais, de qualquer campo de conhecimento, pensamento e ação, mediante critérios como relevância social, interesse público e outros. Os limites são impostos, na maior parte das vezes, por quem restringe a expressão das fontes –seja pelo volume de informações disponível, seja por horário, tamanho, edição (afinal, não cabe tudo), ou por interesses ideológicos, mercadológicos e similares. O problema está, no caso, mais na própria lógica temporal do jornalismo e nos projetos político-editoriais.

Nunca é demais repetir, também, que qualquer pessoa pode expor seu conhecimento sobre a área em que é especializada. Por isso, existem tantos artigos, na mídia, assinados por médicos, advogados, engenheiros, sociólogos, historiadores. E há tanto debate sobre os problemas de tais áreas. Além disso, nos longínquos recantos do país existe a figura do provisionado, até que surjam escolas próximas. Deve-se destacar, no entanto, que o número de escolas cobre, hoje, quase todo o território nacional.

Diante disso, é de se perguntar como e por que confundir o cerceamento à liberdade de expressão e a censura com o direito de os jornalistas terem uma regulamentação profissional que exija o mínimo de qualificação? Por que favorecer o poder desmedido dos proprietários das empresas de comunicação, os maiores beneficiários da não-exigência do diploma, os quais, a partir dela, transformam-se em donos absolutos e algozes das consciências dos jornalistas e, por conseqüência, das consciências de todos os cidadãos?

A defesa da regulamentação profissional e do surgimento de escolas qualificadas remonta ao primeiro congresso dos jornalistas, em 1918, e teve três marcos iniciais no século 20: a primeira regulamentação, em 1938; a fundação da Faculdade Cásper Líbero, em 1947 (primeiro curso de jornalismo do Brasil); e o reconhecimento jurídico da necessidade de formação superior, em 1969, aperfeiçoado pela legislação de 79. Foi o século (especialmente na segunda metade) que também reconheceu no jornalismo –seja no Brasil, nos Estados Unidos, em países europeus e muitos outros- um ethos profissional. Ou seja, validou socialmente um modo de ser profissional, que tenta afastar a picaretagem e o amadorismo e vincular a atividade ao interesse público e plural, fazendo do jornalista uma pessoa que dedica sua vida a tal tarefa – e não como um bico. 

Com tal perspectiva, evoluíram e se consolidaram princípios teóricos, técnicos, éticos e estéticos profissionais, disseminados por diferentes suportes tecnológicos, como televisão, rádio, jornal, revista, internet. E em diferenciadas funções, do pauteiro ao repórter, do editor ao planejador gráfico, do assessor de imprensa ao fotojornalista. Para isso, exige-se profissionais multimídia que se relacionem com outras áreas e com a realidade a partir da especificidade profissional; que façam coberturas da Ciência à Economia, da Política aos Esportes, da Cultura à Saúde, da Educação às questões agrárias com qualificação ética e estética, incluindo concepção teórica e instrumental técnico a partir de sua área. Tais tarefas incluem responsabilidade social, escolhas morais profissionais e domínio da linguagem especializada, da simples notícia à grande reportagem. 

A informação jornalística é um elemento estratégico das sociedades contemporâneas. Por isso é que o Programa de Qualidade de Ensino da Federação Nacional dos Jornalistas - debatido, aperfeiçoado e apoiado pelas principais entidades da área acadêmica (como Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação; Abecom - Associação Brasileira de Escolas de Comunicação; Enecos-Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação; Compós - Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação; e Fórum de Professores de Jornalismo)– defende a formação tanto teórica e cultural quanto técnica e ética. Tal formação deve se expressar seja num programa de TV de grande audiência ou numa TV comunitária, num jornal diário de grande circulação ou num pequeno de bairro, num site na Internet ou num programa de rádio, na imagem fotojornalística ou no planejamento gráfico. 

É por isso que, num Curso de Jornalismo, é possível tratar de aspectos essenciais às sociedades contemporâneas e com a complexidade tecnológica que os envolve, incluindo procedimentos éticos específicos adequados – do método lícito para obter informação à manipulação da imagem fotográfica, do sigilo da fonte ao conflito entre privacidade e interesse público, por exemplo. É na escola que há laboratórios de telejornalismo, radiojornalismo, fotojornalismo, planejamento gráfico, jornal, revista, webjornalismo e outros. A escola pode formar profissionais para atuar em jornalismo - e não para uma ou outra empresa. Pode formar profissionais capazes de atuar em quaisquer instituições, setores ou funções. É a formação que também permite o debate e novas experiências.

As escolas não são culpadas, certamente, pelo fato de algumas empresas reduzirem a atividade profissional a aspectos simples ou simplórios. 

Por isso, mesmo onde a obrigatoriedade do diploma não existe, como em países europeus, cresce o número de escolas de jornalismo. É por isso que o Conselho Europeu de Deontologia (dever-ser) do Jornalismo, aprovado em 1993, estipulou, em seu artigo 31, que os jornalistas devem ter uma adequada formação profissional. E que surgem, a cada ano, em muitos países, documentos reforçando a necessidade de formação na área.

Além de tudo, há uma discussão bastante reducionista, uma espécie de a favor ou contra. Ora, diploma é uma palavra. Trata-se, no entanto, de palavra que exprime outras duas: formação profissional, atestada por um documento que deve valer seu nome. Há um lugar, chamado escola, que sistematiza conhecimentos e os vincula a outras áreas a partir da sua. A regulamentação e a formação são o resultado disso, que se manifesta em exigências como a do registro prévio para o exercício da profissão. Por isso, a regulamentação brasileira para o exercício do jornalismo é um avanço, não um retrocesso. 

O pensar e o fazer jornalístico, resultados de um ethos profissional – essencial à identidade de categoria e de profissão e socialmente relevante- não pode voltar atrás. A Fenaj defende a formação profissional em cursos de jornalismo de graduação com quatro anos e, no mínimo, 2.700 horas-aula, como já apontavam as diretrizes curriculares aprovadas após inúmeros debates e congressos na área. A formação em Jornalismo, que deve ser constante e aprimorada durante toda a vida, é a base inicial para o exercício regulamentar da atividade. A tudo isso chamamos profissão Jornalismo. E não nos parece pouco. 

Beth Costa, Presidente da Federação Nacional dos Jornalistas

Fonte: FENAJ

Enterro do Cadeião de Itaquá!


O PT de Itaquá convida todos para participar do ato do Enterro do Cadeião de Itaquá no Parque Piratininga. 

Graças a muita luta protagonizada pelo Partido dos Trabalhadores e pelos Movimentos Sociais da Cidade, o Governo do Estado (PSDB) e a Prefeitura Municipal (PR), desistiram de fazer esse mau ao Povo de Itaquaquecetuba!!!

Data: 22 de outubro de 2011
Concentração: às 13h00 horas.
Local da concentração: Av João Barbosa de Moraes, 988 Vila Zeferina - Itaquaquecetuba (paralela a rua da prefeitura).

Sairemos em carreata com o caixão e o carro de som, passando pelo centro da cidade, onde faremos um pequeno ato e depois seguiremos em direção ao Piratininga.

Venha de camiseta preta!!

Enquanto alguns defendem o Cadeião, o PT luta por melhores condições para o povo de Itaquá, o governo Lula (PT) implantou a agência do INSS, a Farmácia Popular, entre outros.

A mais recente, o ministro da educação Fernando Haddad (PT) destinou para Itaquá uma Escola Técnica Federal, e sem a intermediação de nenhum vereador, como alguns andam anunciando por aí.

Essa escola será implantada exatamente onde alguns queriam implantar o Cadeião.

CAMPANHA: Em 2012 em Itaquá Não Reeleja Ninguém!!!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Orçamento 2011 de Itaquá: Quase R$ 400 milhões! Está Sendo Bem Investido? Opine!

Nota do Blogueiro: Galera, a LDO de Itaquaquecetuba (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2011, mostra que nossa Cidade teve quase 400 milhões de reais para serem investidos este ano...

A pergunta que não quer calar é: Esse Dinheiro é bem investido Sim ou Não!? Esse dinheiro está sendo bem utilizado? O Povo está vendo diferença? Temos Saúde, Educação e Transporte de Qualidade? Nossas Ruas têm asfalto de qualidade?
Opinem!

Clique nas imagens para ampliar e vejam os Detalhes da LDO 2011


Recordar é viver! Veja as antigas Postagens Sobre nossa Administração!

Prefeitura de Itaquá Aluga Prédio Para Pronto Atendimento Desde Março de 2010, Sem Ele Funcionar!


quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Curso de Formação Política do PT de Itaquá!

CURSO DE FORMAÇÃO POLÍTICA

Dias: 15 e 22 de outubro de 2011, das 14h00 às 17h00.
Local: Sede do PT de Itaquaquecetuba
Endereço: Av João Barbosa de Moraes, 988 Vila Zeferina - Itaquaquecetuba (paralela a rua da prefeitura).

Temas que serão debatidos:
A atualidade do Manifesto Comunista e o Partido Operário hoje (15/10).
História das Internacionais operárias e o Programa de Transição (22/10).

Inscrição: R$15,00 - inclui o livro "O Programa da Revolução".

Organização: Núcleo de Estudos 7 de outubro.
Apoio: Jornal O Trabalho.

Contatos: Alex (11) 8778-5618 ou Adir (11) 6486-1840

sábado, 8 de outubro de 2011

Proposta de Novo Marco das Comunicações Será Conhecida Dia 18!

O documento, que contará com 11 princípios e objetivos e 20 diretrizes, visa ajudar o Governo Federal a repensar as regras que atuam no setor, assim como construir uma nova plataforma baseada nas discussões com a sociedade civil.

Temas como regulamentação de infraestrutura dos sinais, garantia de acesso aos serviços e questões referentes aos conteúdos veiculados serão abordados no documento.


A consulta foi promovida pelas entidades nacionais que atuam pela democratização da comunicação, tendo por base as discussões ocorridas no seminário Marco Regulatório – Propostas para uma Comunicação Democrática, realizado pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), com a participação de outras entidades nacionais e regionais, em maio deste ano, no Rio de Janeiro.


A consulta reuniu contribuições das diversas organizações, coletivos, blogs e ativistas da sociedade civil que atuam pela democratização da comunicação. “Sabemos que não é possível construir um consenso que abarque toda a sociedade civil brasileira, mas acreditamos que o campo que atua pela democratização da comunicação pode e deve tentar alcançar uma proposta unitária”, dizem os organizadores da consulta pública.


Marco regulatório é o conjunto de leis, decretos e normas que organizam determinado setor – neste caso, a comunicação. Em geral, esse marco regulatório está estruturado a partir de uma lei principal, e está articulado com as políticas públicas implementadas pelo Poder Executivo. No Brasil, a lei principal que incide sobre rádio e televisão é o Código Brasileiro de Telecomunicações é de 1962.

Fonte: PT - SP

A Bailarina e o Soldado de Chumbo


A Bailarina e o Soldado de Chumbo

De repente toda mágica se acabou
E na nossa casinha apertada
Tá faltando graça e tá sobrando espaço
Tô sobrando num sobrado sem ventilador
Vai dizer que nossas preces não alcançaram o céu?
Coração, que ainda vem me perguntar o que aconteceu
Conta se seu rosto por acaso ainda tem o gosto meu
Com duas conchas nas mãos,
Vem vestida de ouro e poeira
Falando de um jeito maneira
Da lua, da estrela e de um certo mal
Que agora acompanha teu dia
E pra minha poesia é o ponto final
É o ponto em que recomeço,
Recanto e despeço da magia que balança o mundo
Bailarina, soldado de chumbo
Bailarina, soldado de chumbo
Beijo e dor...
Bailarina, soldado de chumbo
Nossa casinha pequena
Parece vazia sem o teu balé
Sem teu café requentado
Soldado de chumbo não fica de pé
Nossa casinha vazia
Parece pequena sem o teu balé
Sem teu café requentado
Soldado de chumbo não fica de pé

O Teatro Mágico

Mudar Para Permanecer o Mesmo


"A gente devia ser como o pessoal do filme,
poder cortar as partes chatas da vida, 
poder evitar os acontecimentos! 
Num é?!?!?" 
(Cordel do Fogo Encantado)

Eu sei que esta postagem está atrasada, afinal meu aniversário foi a cinco dias atrás...

Acho que foi um dos piores aniversários que tive, minha mãe e minha irmã longe, meu avô tinha acabado de falecer dias atrás, estou de saco cheio de tudo que venho fazendo e me decepcionei com alguém muito especial...

Tô um caco...

Nunca suportei a idéia da Morte, quando meu avô falece, acaba me deixando muito desnorteado, querendo ou não mesmo eu sabendo que isso iria ocorrer, está sendo dificil aceitar...

Tô de saco cheio de tudo! Não aguento mais minha rotina! Tô puto da vida! Nada tem mias graça no meu cotidiano, tenho que mudar! Vou mudar!

Decepção... Me decepcionei muito com quem não queria me decepcionar...

Preciso mudar para permanecer o mesmo, vai ser dificil, mas tenho que mudar...

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...