quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

VERGONHA! Vereadores Aprovam Diminuição do Tempo do Grande Expediente da Câmara!

Nesta terça feira (11/12) foi a ultima sessão da Câmara Municipal de Itaquaquecetuba deste ano e também foi a ultima sessão desta Legislatura, afinal dia 1º de janeiro tomam posse os novos Vereadores (e os não tão novos assim, rs!).

O destaque desta sessão foi a Resolução 11/2012 que diminui o tempo do Grande Expediente (que é a parte destinada ao uso da tribuna pelos vereadores, pelas pessoas convocadas pelo Legislativo e pelos inscritos na Tribuna Livre) de 2 horas para apenas 1 hora e diminui o tempo do vereador falar sobre algum tema livre dos atuais 20 minutos para 10 minutos. Ou seja esta resolução caça parcialmente o direito de expressão dos futuros vereadores.

O curioso é que os proponentes desta Resolução se calaram e não explicaram por qual motivo querem diminuir o tempo de fala dos vereadores. O mais curioso é diminuir o tempo de fala na ultima sessão da legislatura, ver vereadores que não voltam em 2013 aprovar uma Resolução que influi diretamente nos futuros vereadores. E mais curioso ainda é diminuir o tempo do Grande Expediente que influi também no tempo de duração de toda a sessão, sendo que o a coisa mais cobrada da população é que tenham mais sessões e que elas sejam mais divulgadas. Esquisito né?

Para Rolgaciano Fernandes (PSDC) que foi o primeiro vereador a questionar essa Resolução, isso fere o direito de expressão do vereador, porque da mesma forma que a cidade cresce, sua população cresce e mais demandas aparecem, ou seja cabe a Câmara também ampliar sua atuação. Segundo ele é o momento inclusive de discutir que a Câmara tenha mais de uma sessão durante a semana, fez questão de relembrar o discurso de posse dos vereadores que juraram honrar a Casa de Leis, além disso avaliou que seria melhor que esse tema fosse discutido na próxima legislatura, que será afetada por essa mudança. Outro vereador a se pronunciou foi o vereador Arnô Cabeleireiro (PR) que disse ser contrário ao projeto apresentado pois acredita que todos os vereadores têm direito de se pronunciar e com o aumento do número de vereadores (de 16 cadeiras para 19), isso dificulta a garantia do direito de fala de todos.

Os vereadores que propuseram a diminuição do Grande Expediente não se pronunciaram.

Uma das perguntas que não quer calar: Se diminuem o tempo de trabalho, também deveriam diminuir seus salários? 

É louvável ver as discussões da Câmara, isso é muito importante para nossa cidade, quando aparece uma medida como esta de diminuir tempo de discussão para projetos e debates gerais, a democracia é ferida e o povo desrespeitado.

Saiba quem são os vereadores que apresentaram e aprovaram a diminuição de tempo do Grande Expediente:

Adilson Gui (PPS) - Não disputou eleição para vereador, mas é cogitado para ser Secretário do Governo Mamoru (PTN);
Celso Reis (PSDB) - Reeleito
Elias Rossi (PRP) - Não Reeleito
Cidinha Assistente Social (PR) - Reeleita
Donizetti Santos (PR) - Não Reeleito
Donizetti Alves - Doni (PR) - Não Reeleito
Oscar Cabrera (PCdoB) - Não Reeleito
Firmino Firmeza (PRP) - Reeleito
Mário Charutinho (PR) - Reeleito
Paulinho da Lidercal (PR) - Não Reeleito 
Roberto Letrista (PSDB) - Reeleito

Saiba quem são os vereadores que votaram contra a diminuição de tempo 
do Grande Expediente

Arnô Cabeleireiro (PR) - Reeleito
Rolgaciano Fernandes (PSDC) - Reeleito
Val do Mercado (PSDC) - Reeleito
Dr. Roque (PR) - Reeleito
Silvani de Paula (PR) - Reeleito

Vejam também:

5 comentários:

  1. Vergonha! Os vereadores não querem trabalhar! Essa é a explicação!

    ResponderExcluir
  2. Vão trabalhar 6 horas por mês e ganhar 12.500 reais! Empregão esse!

    ResponderExcluir
  3. não concordo com esta resolução, deveria ficar a cargo da nova mesa diretora

    ResponderExcluir

Comente, Mas Não Desrespeite!!!
Me Reservo ao Direito de Não Publicar Comentários Anônimos Que Denigrem, Atacam ou Caluniam Terceiros.

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...