quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

VERGONHA! Vereadores Aprovam Diminuição do Tempo do Grande Expediente da Câmara!

Nesta terça feira (11/12) foi a ultima sessão da Câmara Municipal de Itaquaquecetuba deste ano e também foi a ultima sessão desta Legislatura, afinal dia 1º de janeiro tomam posse os novos Vereadores (e os não tão novos assim, rs!).

O destaque desta sessão foi a Resolução 11/2012 que diminui o tempo do Grande Expediente (que é a parte destinada ao uso da tribuna pelos vereadores, pelas pessoas convocadas pelo Legislativo e pelos inscritos na Tribuna Livre) de 2 horas para apenas 1 hora e diminui o tempo do vereador falar sobre algum tema livre dos atuais 20 minutos para 10 minutos. Ou seja esta resolução caça parcialmente o direito de expressão dos futuros vereadores.

O curioso é que os proponentes desta Resolução se calaram e não explicaram por qual motivo querem diminuir o tempo de fala dos vereadores. O mais curioso é diminuir o tempo de fala na ultima sessão da legislatura, ver vereadores que não voltam em 2013 aprovar uma Resolução que influi diretamente nos futuros vereadores. E mais curioso ainda é diminuir o tempo do Grande Expediente que influi também no tempo de duração de toda a sessão, sendo que o a coisa mais cobrada da população é que tenham mais sessões e que elas sejam mais divulgadas. Esquisito né?

Para Rolgaciano Fernandes (PSDC) que foi o primeiro vereador a questionar essa Resolução, isso fere o direito de expressão do vereador, porque da mesma forma que a cidade cresce, sua população cresce e mais demandas aparecem, ou seja cabe a Câmara também ampliar sua atuação. Segundo ele é o momento inclusive de discutir que a Câmara tenha mais de uma sessão durante a semana, fez questão de relembrar o discurso de posse dos vereadores que juraram honrar a Casa de Leis, além disso avaliou que seria melhor que esse tema fosse discutido na próxima legislatura, que será afetada por essa mudança. Outro vereador a se pronunciou foi o vereador Arnô Cabeleireiro (PR) que disse ser contrário ao projeto apresentado pois acredita que todos os vereadores têm direito de se pronunciar e com o aumento do número de vereadores (de 16 cadeiras para 19), isso dificulta a garantia do direito de fala de todos.

Os vereadores que propuseram a diminuição do Grande Expediente não se pronunciaram.

Uma das perguntas que não quer calar: Se diminuem o tempo de trabalho, também deveriam diminuir seus salários? 

É louvável ver as discussões da Câmara, isso é muito importante para nossa cidade, quando aparece uma medida como esta de diminuir tempo de discussão para projetos e debates gerais, a democracia é ferida e o povo desrespeitado.

Saiba quem são os vereadores que apresentaram e aprovaram a diminuição de tempo do Grande Expediente:

Adilson Gui (PPS) - Não disputou eleição para vereador, mas é cogitado para ser Secretário do Governo Mamoru (PTN);
Celso Reis (PSDB) - Reeleito
Elias Rossi (PRP) - Não Reeleito
Cidinha Assistente Social (PR) - Reeleita
Donizetti Santos (PR) - Não Reeleito
Donizetti Alves - Doni (PR) - Não Reeleito
Oscar Cabrera (PCdoB) - Não Reeleito
Firmino Firmeza (PRP) - Reeleito
Mário Charutinho (PR) - Reeleito
Paulinho da Lidercal (PR) - Não Reeleito 
Roberto Letrista (PSDB) - Reeleito

Saiba quem são os vereadores que votaram contra a diminuição de tempo 
do Grande Expediente

Arnô Cabeleireiro (PR) - Reeleito
Rolgaciano Fernandes (PSDC) - Reeleito
Val do Mercado (PSDC) - Reeleito
Dr. Roque (PR) - Reeleito
Silvani de Paula (PR) - Reeleito

Vejam também:

5 comentários:

  1. Vergonha! Os vereadores não querem trabalhar! Essa é a explicação!

    ResponderExcluir
  2. Vão trabalhar 6 horas por mês e ganhar 12.500 reais! Empregão esse!

    ResponderExcluir
  3. não concordo com esta resolução, deveria ficar a cargo da nova mesa diretora

    ResponderExcluir

Comente, Mas Não Desrespeite!!!
Me Reservo ao Direito de Não Publicar Comentários Anônimos Que Denigrem, Atacam ou Caluniam Terceiros.

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...