domingo, 29 de abril de 2012

Auto Entrevista de Maysa Monjardim (1961)

Nota do Blogueiro: Em 1961 Maysa Monjardim foi desafiada pela Revista Manchete  em fazer uma "autoentrevista" onde ela deveria responder todas as perguntas que nenhum repórter teria conseguido arrancar suas respostas. O resultado foi uma entrevista histórica e sincera no Estilo Maysa Monjardim...

Conheçam um pouco mais de Maysa Monjardim

Autoentrevista de Maysa 

Você é masoquista? 
Às vezes. Considero masoquismo aturar sem queixas uma porção de pessoas. Detesto gente burra e vivo me encontrando com elas. 

Se é só este o seu masoquismo, por que você vive atritando fitas de papel com os dedos, até fazê-los sangrar? 
Até sangrar é exagero. Tenho este hábito desde menina. Acho que é uma preparação inconsciente para enfrentar as dores que o destino sempre me reserva. Dor física, aliás, jamais me fez medo. Tenho medo apenas do que não depende de mim: amar e não ser amada, por exemplo. 

Seu êxito dependeu apenas de seu talento? 
Já fiz muitas concessões para obter sucesso e hoje estou profundamente arrependida. Agora não há fabricante de discos que me faça gravar o que eu não sinta. 

Caso fosse possível você deixaria de cantar imediatamente? 
Não, para a gente deixar de fazer qualquer coisa que nos afirme é preciso substituí-la, sempre, por algo melhor. Para mim, a única coisa melhor do que cantar seria… cantar só para quem eu amasse. 

Eu sei que você não “ama” seu atual publico no Copacabana. Mas pelo menos gosta dele? 
Por enquanto, não. Grã-fino, geralmente, não gosta de musica e muito menos de artista brasileiro. 

É por isso que você bebe minutos antes de cantar? 
A bebida é a bengala de um velhinho que mora em minha personalidade. Mas tenho certeza de que uma criança que existia em mim, antes de tantas coisas acontecerem, um dia voltará. Só então saberei quem sou. 

Mas você não bebe somente antes de entrar em cena, não é? Por que você bebe de modo geral? 
Primeiro porque quero. Depois porque trabalho para pagar o que eu bebo. Finalmente, porque tenho senso de autocrítica. Muitas vezes reconheço-me insuportável e eu só suporto os insuportáveis bebendo. 

Você acredita que um dia deixará o álcool? 
Deixarei a bebida quando encontrar o amor. Mas para amar é preciso estar preparada. Quero, preciso e ainda amarei. 

Você se sente sozinha? Tem medo de ficar sozinha? 
Pavor. Quando estou só, tenho certeza de que sou maior do que eu mesma e isto me apavora. Ninguém deve conhecer a sua própria dimensão. 

Você já tentou se matar algumas vezes. Em qual delas foi sincera? 
Em todas. Mas em nenhuma eu quis morrer imediatamente. Por isso morria pouco. Só uma coisa me faria morrer até o fim: o amor.

**Revista Manchete 1961.


Pesquisa Traça Perfil do Jornalista e do Jornalismo Brasileiro!

Nota do Blogueiro: Mesmo sendo ainda um aspirante a Jornalista, já sinto que tanto a FENAJ e o Sindicato dos Jornalistas de SP têm muitas deficiências em relação a defesa dos direitos dos profissionais. Quanto a defesa dos estudantes tenho uma conclusão direta, não existe NENHUMA política de fortalecimento dos Cursos e muito menos de defesa dos estudantes de Jornalismo. Queria muito que me comprovassem o contrário... Acho que essa pesquisa pode ser útil para a FENAJ e outras Entidades Sindicais para traçar ações estratégicas para a categoria.
 
Pesquisa Traça Perfil do Jornalista e do Jornalismo Brasileiro 

Os primeiros dados da pesquisa “Perfil Profissional do Jornalismo Brasileiro” permitem concluir que mais de 115 mil registros de jornalistas foram emitidos de 1930 a 2010, que a maioria dos profissionais é jovem, do sexo feminino e que hoje existem 316 cursos de Jornalismo no país. A pesquisa, que está sendo desenvolvida pelo Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal de Santa Catarina com apoio da FENAJ e do FNPJ, terá seus dados referentes aos cursos apresentados no 14º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo, neste final de semana, em Uberlândia.

Um dos objetivos da pesquisa é estimar o número de jornalistas em atuação no Brasil, identificando-os por funções na profissão, para viabilizar novas pesquisas nacionais destinadas a traçar o novo perfil da categoria. A primeira etapa do projeto busca quantificar os jornalistas brasileiros, já que até o momento não há estudos confiáveis sobre o número e a distribuição territorial dos profissionais no país. A partir desses dados, será possível, posteriormente, mapear informações relevantes para a categoria, empregadores, movimento sindical e associativo, sociedade e governo, como e onde trabalham os profissionais, remuneração, funções que exercem e outras como sua distribuição por gênero ou etnia.

Os dados analisados até o momento foram obtidos com o cruzamento de informações provenientes de três fontes: relações de egressos de cursos superiores; registros no Ministério do Trabalho e Emprego; sindicalizados. “Estes mais de 115 mil registros ainda são parciais, falta cruzarmos mais dois dados do MTE”, conta o professor e jornalista Jacques Mick, coordenador da pesquisa. Ele lembra, também, que há um contingente de egressos de cursos de Jornalismo que não obtiveram registro, mas atuam irregularmente na profissão.

No 5º Encontro de Coordenadores de Curso de Jornalismo, onde serão debatidas as Novas Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Jornalismo, no sábado (28), às 9h30, no Auditório 3Q da Universidade Federal de Uberlândia, que sedia o 14º ENPJ, serão apresentados os dados da pesquisa referentes aos cursos de Jornalismo. Alguns deles, já disponibilizados, são reveladores. Dos 316 cursos hoje existentes, 255 são privados e 61 públicos. Dos 180 cursos criados a partir de 2001, apenas 28 são de instituições públicas. As instituições privadas de ensino ofertam hoje 90% do total de vagas para estudantes de Jornalismo.

A estimativa da evolução anual da oferta de vagas nos cursos de Jornalismo no Brasil na década de 2000 revela que há oferta em todas as unidades da federação. Naquelas em que já existia, estendeu-se para mais municípios do interior, o que contribui para uma distribuição mais abrangente dos graduados no território nacional e que houve um expressivo crescimento absoluto na oferta nas regiões Norte, Centro Oeste e, em grau um pouco menor, no Nordeste, embora a região Sudeste continue com mais da metade da oferta do país.

Quanto à sua distribuição regional, 56% dos cursos de Jornalismo estão na região Sudeste, 23% na região Sul, 11% no Nordeste, 5% no Centro Oeste e 2% no Norte.

A segunda etapa de coleta de dados da pesquisa, cuja conclusão é prevista para 2013, será no segundo semestre deste ano, com a aplicação de questionários dirigidos a cerca de 1400 profissionais a serem selecionados, além de uma amostragem aleatória que será disponibilizada a todos os jornalistas que quiserem participar do processo.

Com os dados a serem obtidos, os pesquisadores pretendem investigar qual a distribuição por gênero entre os jornalistas, taxa de egressos das faculdades e sua evolução na década de 2000, as trajetórias na relação egresso-registro-sindicalização, como este alto índice de profissionais graduados afetou a reconfiguração do campo jornalístico na última década, como a tensão entre diplomados e não diplomados tende a repercutir nas práticas profissionais, entre outras informações.

Fonte: FENAJ

70% dos Assassinatos de Jornalistas no Brasil Não Foram Punidos!

Nota do Blogueiro: Acho que vou reavaliar meu Curso e futura Profissão...

CPJ revela que 70% dos assassinatos de jornalistas no Brasil não foram punidos


O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) fez um levantamento sobre os crimes contra jornalistas no Brasil. O documento revela que cerca de 70% dos assassinatos de profissionais da imprensa ocorridos nos últimos 20 anos ficaram impunes, informou a BBC Brasil.

Leia também

Entre 1992 e 2002, o CPJ contou 20 assassinatos no Brasil e revelou que 14 deles não foram punidos. Os seis casos restantes foram parcial ou totalmente resolvidos, com punição para os culpados. O assassinato mais recente de um jornalista brasileiro foi o de Décio Sá, morto a tiros no Maranhão na última segunda-feira (23/4). 

"Os crimes contra jornalistas continuam sendo um dos principais problemas que a imprensa enfrenta nas Américas", afirmou o membro da Sociedade Interamericana de Imprensa Gustavo Mohme.

No entanto, o levantamento está um tanto quanto desatualizado, já que a última morte contabilizada foi a de Mário Randolfo Marques Lopes, em Vassouras (RJ), ocorrida em fevereiro. O assassinato de Décio Sá não foi incluso no estudo.

sábado, 28 de abril de 2012

Willy Wonka e os Defensores do Prefeito de Itaquá!

 

Nota da Juventude do PT Sobre o Barraco do Prefeito na ETEC! #VazaArmando

Nota do Blogueiro: Antes que ataquem o PT, a Juventude do PT, Eu e até mesmo o Homem Aranha, já deixo claro que esta Nota abaixo é a opinião da Juventude do PT de Itaquá sobre o ocorrido na ETEC e ela está ao lado dos Estudantes Sim! Nunca nos calamos diante das mazelas que rolam em Itaquá! #VazaArmando

#VazaArmando!

A JUVENTUDE DO PT DE ITAQUÁ REPUDIA O ATO DO PREFEITO ARMANDO DA FARMÁCIA (PR)!

PREFEITO DE ITAQUÁ CHAMA ESTUDANTES DE VAGABUNDOS!

ARMANDO DA FARMÁCIA  (PR) É INIMIGO DA EDUCAÇÃO, DOS ESTUDANTES E DOS PROFESSORES!!!

Na tarde desta quinta feira (26 de abril), o Prefeito Armando da Farmácia (PR) em visita a ETEC de Itaquaquecetuba, provou mais uma vez sua incapacidade de dialogar com a população! 

Em fevereiro de 2012, o teto da ETEC de Itaquá desabou e até hoje a Prefeitura Municipal da Cidade não concertou este estrago, os estudantes ao questionarem o Prefeito, foram alvejados com dúzias de insultos contra eles, os Professores e a Direção da Escola. Segundo o Prefeito de Itaquá, “os estudantes são vagabundos”, “Eles têm que agradecer porque estudam de graça”, “Se estão insatisfeitos que vão embora” e os “Professores são covardes”.

No passado o Prefeito Armando da Farmácia (PR) disse que os estudantes da Cidade comiam demais, e também municipalizou e fechou escolas e hoje ele chama os estudantes de vagabundos! Um absurdo!

O PT e a Juventude do PT de Itaquaquecetuba repudiam essa atitude preconceituosa e desrespeitosa do Prefeito de Itaquaquecetuba, que mais uma vez mostra sua verdadeira cara de inimigo do Povo! 

O Prefeito Armando da Farmácia (PR) deve explicações para toda a população de Itaquá e em especial para todos os estudantes e funcionários da ETEC, não apenas isso, a administração tem a obrigação de fazer a manutenção do prédio da ETEC.

O Povo, os Estudantes e Professores não querem ouvir babozeiras do Prefeito, eles exigem uma solução imediata para seus problemas!!!

Convocamos a toda comunidade itaquaquecetubense para aderir a este movimento, pois os capangas do TRUCULENTO Prefeito Armando, já compareceram à porta da Escola e fizeram diversas ameaças aos alunos, Professores e Funcionários, caso divulgassem o fato ocorrido.


Na Internet foi amplamente divulgado o acontecido e nela gerou-se um Movimento de Repúdio ao Prefeito de Itaquá, e com esse Repudio terminamos esse manifesto 
#VazArmando!

Não Fujas à Luta Companheiros e Companheiras. 


MOBILIZEM-SE! 

  #VAZARMANDO!

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Prefeito de Itaquá Diz Que Estudantes da ETEC São Vagabundos e Ofende Professores e a Direção da Escola!

Mais uma vez o Prefeito Armando da Farmácia (PR), demonstrou sua falta de respeito com o povo e em especial copm a juventude de nossa Cidade! Hoje a tarde ele foi na ETEC de Itaquaquecetuba esclarecer o porquê de não ter reparado o telhado da ETEC que caiu em fevereiro, ao chegar no local, ele chingou todos os estudantes de vagabundos, disse que os Professores eram covardes e incompetentes e ainda por cima disse que os estudantes da ETEC deveriam agradecer a Deus por estudarem de graça!

No passado o Prefeito de Itaquá disse que os estudantes comiam demais! Hoje ele diz que estudante é vagabundo! O mesmo Prefeito que paga um aluguel de 120 mil reais no terreno sede da Secretaria Municipal de Educação e que não compareceu na Audiência Pública de Educação!

O Prefeito Armando da Farmácia que desrespeitou a Lei do Piso Nacional Para o Professor! 

Armando da Farmácia (PR) o Prefeito Inimigo da Educação que em 5 anos fez nossa Cidade dever mais de 250 milhões de reais!!! Graças a ele somos a 9ª Cidade mais Violenta do Estado!

Veja o Manifesto dos Estudantes da ETEC e a Imagem do nosso Prefeito enfrentando os estudantes! #Absurdo




quarta-feira, 25 de abril de 2012

Estágio de Jornalismo na Record News!

RECORD NEWS abre VAGA de ESTÁGIO. Estudantes do 3º ano de Jornalismo MATUTINO encaminhem seus CVs para rbochini@sp.rederecord.com.br

Fonte: Clube do Jornalismo

Estágio de Relações Públicas! Bolsa de R$ 800,00

Galera que faz Relações Públicas, corram e enviem seus Curriculos!!! 

A Hélice - Agência de Conteúdo – busca estudante de Relações Públicas para vaga de assistente de social media para projetos na área de saúde e beleza. A vaga é de 6 horas diárias (seg a sex) Bolsa auxílio de R$ 800,00. É necessário ter facilidade com ferramentas de monitoramento, estratégias de interação e relacionamento com usuários. Currículos até 1º de maio para o e-mail facaparte@helicecomunicacao.com.br sob o título: vaga de estagiário para social media.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Família de garoto suzanense com paralisia cerebral prepara show beneficente para custear tratamento na China


Nota do Blogueiro: Zapeando pela Internet, achei no Facebook esta postagem do Blog do Fernandes e achei importante divulgar essa iniciativa! 

Família de garoto suzanense com paralisia cerebral prepara show beneficente para custear tratamento na China

Suzano, 23 de março de 2012 - A família do pequeno Felipe Matheus da Silva, de 5 anos, de Suzano, precisa de R$ 150 mil para custear o tratamento do garoto, que tem paralisia cerebral. Para angariar recursos, um show beneficente será realizado no dia 20 de maio, às 10 horas, no Suzano Futebol Clube (avenida Nove de Julho, 722) com a participação da banda Mamonas Cover Somrisal, do humorista Marquito e do boneco Xaropinho, que ficaram conhecidos no “Programa do Ratinho”, na Record e no SBT, e dos palhaços Teleco Teco e Tic Tac, do “Planeta Alegria”. Os interessados em colaborar com o evento podem entrar em contato pelo telefone (11) 4743-1146.

A paralisa do garoto foi causada pela falta de oxigenação das células cerebrais, em decorrência de complicações durante o parto. O procedimento médico é feito com células-tronco, oferecido somente na China. Até o momento, a família arrecadou somente 9% do valor, cerca de R$ 13 mil.

Apesar da fisionomia aparentemente normal e saudável, Felipe perdeu boa parte dos neurônios responsáveis pela coordenação motora e, em decorrência, apresenta retardo no desenvolvimento. O pequeno não anda, não fala, tem muita dificuldade em entender e se comunicar com os outros.

“Preferi seguir o conselho do pediatra e não colocá-lo em uma cadeira de rodas para que não me acomodasse com a situação e fosse buscar um tratamento para meu filho”, diz a mãe de Felipe, a dona de casa Josenilda Maria da Silva, de 38 anos.

De acordo com ela, as complicações no parto ocorreram porque Felipe “passou da hora de nascer”. Ele teve a primeira convulsão aos quatro meses de vida e, imediatamente, foi socorrido na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Vitória.

Após oito meses de acompanhamento na UBS, o tratamento foi suspenso. Segundo Josenilda, o motivo da interrupção foi o vencimento do contrato do neurologista que o acompanhava. “Sem médico, fui obrigada a levá-lo para a Santa Casa (de Misericórdia de Suzano), onde ele ficou internado por dois dias até que o encaminharam para fazer tratamento no Posto de Atendimento Médico (PAM), na Lapa, em São Paulo”, explica.

Após ser medicado no PAM, Felipe entrou em coma e, sem saber o que fazer Josenilda novamente recorreu à Santa Casa de Suzano. O garoto permaneceu no hospital por dois dias e, após receber alta, foi encaminhado para dar continuidade ao tratamento no Ambulatório de Saúde Mental de Suzano. No entanto, segundo Josenilda, ao chegar à unidade o atendimento foi negado:

“Mesmo vendo o estado do meu filho, alegaram que não era o dia da consulta e que eu tinha de esperar. Sem remédio e sem consulta, tive de recorrer novamente à Santa Casa, onde ele ficou a maioria do tempo internado”.

O tratamento com células-tronco, que foi prescrito pelo neurocirurgião Hilton Medeiros de Moraes, é a única forma de reverter o quadro. A possibilidade de recuperação é de 98%, mas para garantir eficiência, o tratamento precisa ser feito antes dos sete anos de idade. Felipe atualmente está com cinco anos e nove meses.

O garoto mora no bairro Cidade Edson, em Suzano, com os pais Josenilda e Claudio José da Silva e o irmão Claudio Antonio da Silva, 19, e é da EMEI Antonio Martins. A direção da escola está mobilizando toda a comunidade para ajudar a família do garoto. Vários eventos e bingos beneficentes vêm sendo realizados para levantar fundos.

Familiares de Alecsander Alves Leite, o Dinho da Banda Mamonas Assassinas, e de outros integrantes do grupo musical que fez enorme sucesso em 1995 entraram de cabeça na causa, gravaram vários vídeos institucionais em solidariedade a Felipe, que podem ser conferidos no YouTube, e estarão presentes no show “Criança Feliz”.

Show beneficente
O show beneficente “Criança Feliz” será realizado no dia 20 de maio, às 10 horas, no Suzano Futebol Clube, o Suzaninho, que fica na área central da cidade, na avenida Nove de Julho, 722. Os ingressos custam R$ 15 e podem ser adquiridos antecipadamente na Bonanza Country (avenida Armando de Salles Oliveira, 1.165), Minoro Fotos (rua Benjamin Constant, 898) e Destra Advocacia e Imobiliária (rua General Francisco Glicério, 1.150 – Loja 3).

No evento também serão sorteados brinquedos para as crianças presentes, que foram doados por um colaborador. A concessão do salão e as atrações do show também se devem ao empenho de colaboradores e parceiros.

Doações
Além da venda dos ingressos, a família do garoto também aceita doações em dinheiro e outras colaborações para o show. Os depósitos podem ser feitos na conta poupança 08637-6/5000, agência 7968, Banco Itaú. O favorecido é Felipe Matheus Silva. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 4743-1146 e 9635-1437 (com Neide), 7590-2464 (Cida), 9492-3693 (Claudio) ou 4743-1800 (com a diretora Andréia ou professoras Fabiana e Juliana). 

Trabalho dos Consegs São Destaque na Imprensa Regional!

Nota do Blogueiro: Foi publicada uma excelente matéria sobre os Consegs no Jornal Alto Tietê Noticias pela Jornalista Márcia Dias. Destaco essa matéria como um verdadeiro serviço de utilidade pública para nossa população, além de ser um mecanismo de incentivar a participação popular, até mesmo porquê esta matéria ajuda a tornar os Consegs conhecidos e permite que mais pessoas se interessem pelo assunto!

Destaco também a atuação do CONSEG de Itaquá que tem um trabalho muito sério em nossa Cidade, principalmente integração da Comunidade com o Poder Público.

Leiam a Matéria do Jornal Alto Tietê Noticias

 
MÁRCIA DIAS

Engana-se quem acreditava  que as reuniões de um Conselho  Comunitário de Segurança  (Conseg) se resumiam apenas à  discussão de problemas de um  bairro. Realmente existe a exposição dos problemas, mas o trabalho  dos integrantes de um Conseg vai  além disso. Os grupos ­ formados por representantes do povo  e autoridades das Polícias Civil  e Militar -  expõem ideias e logo  partem para a busca de estratégias  para concretizar esses ideais na  comunidade onde vivem. Seja para melhorar a qualidade do atendimento em delegacias ou para  implantar programas assistenciais  de combate às drogas, ao alcoolismo entre menores, etc, todo  esforço é válido para se resgatar  a cidadania e viver em condições  dignas na sociedade. Em seus  estudos, o professor e especialista em segurança pública, José  Afonso da Silva, enfatiza o papel  da comunidade neste panorama e  a importância dos Consegs. "Não  é problema apenas de polícia, pois  a Constituição, ao estabelecer que  a segurança pública é dever do  Estado, direito e responsabilidade de todos (art. 144), acolheu a  concepção de que é preciso que  a questão da segurança pública  seja discutida e assumida como  tarefa e responsabilidade de todos, Estado e população. Se faz  necessária uma nova concepção  de ordem pública, em que a colaboração e a integração comunitárias sejam os novos e importantes  referenciais", declarou para o site  www.dhnet.org.br .  

REGIÃO: A reportagem  do AT Notícias entrou em contato  com alguns Consegs da região,  como em Itaquaquecetuba, onde  o grupo conseguiu combater a  venda de bebidas alcoólicas para menores. Em Suzano, o grupo reivindica melhorias na qualidade do  asfalto. Em Poá, o pessoal já colheu  quatro mil assinaturas para  um abaixo-assinado pedindo aos  delegados o fim do exaustivo  plantão. No bairro do Pari, na zona  leste de São Paulo, a parceria entre  a comunidade e as polícias resultou, entre tantas benfeitorias, em  um destaque especial para o 12º  Distrito Policial daquela região,  que foi considerada a melhor delegacia do Brasil devido à excelência  do atendimento à comunidade. O  lugar oferece espaço para fraldário  e até brinquedoteca para entreter a  criançada.

ORGANIZAÇÃO: Para outro especialista em segurança  pública, David Putnam,  essas  conquistas resultam da harmonia e capacidade do grupo em se  organizar para reivindicar seus  direitos. "Assim, quando as pessoas passam a se relacionar com  outros cidadãos, seus problemas  comuns tendem a ser encarados  e compreendidos de maneira  mais racional. O grupo acredita  em sua própria capacidade de  ação e medidas concretas substituem o antigo conformismo e  a apatia", concluiu, em seus relatos em um site sobre Direitos  Humanos. 

POÁ: O Presidente do Conseg de Poá,  Carlos Francisco Sellito, informou  que o órgão apresentou vários projetos comunitários ao Poder Público.  Entre eles, foram confeccionados  10 mil folders de alerta da Polícia  Rodoviária Federal para ajudar a  localizar carros roubados.   Atualmente, a entidade batalha  pelo fi m da divisão de plantões na  Delegacia de Polícia Civil, onde os  delegados plantonistas também atuam em Itaquaquecetuba. "As assinaturas foram entregues à Secretaria  de Segurança Pública por meio da  Coordenadoria dos Consegs, onde já  foi  aberto um processo para a vinda  de delegados para Poá", destacou o  dirigente municipal. 

PARI: Há mais de 15 anos, o 12º  Conseg-Pari tem forte atuação em  quatro bairros da capital: Pari, Brás,  Canindé e Ponte Pequena. "Os problemas são diversos: lixo, calçadas,  iluminação e hoje sofremos com a  falta de Policiamento Preventivo",  afi rma a presidente Tania Barbosa.  Por outro lado, ela não deixa de destacar as vitórias. "Ganhamos como a  melhor Delegacia do Brasil, essa foi  e continua sendo uma parceria de  sucesso. Nosso Conseg faz um trabalho Social e Comunitário bastante  forte, temos uma Vila de Idosos que  mantemos com doação de Parceiros  os quais denominamos Amigos do  Conseg, de frutas, legumes e verduras semanalmente, cestas básicas  mensalmente e a nossa conquista  mais recente foi a implantação do  Programa Leve Leite do Governo  do Estado", frisou. 

ITAQUÁ:  "Como a cidade  é grande, cada região tem suas  particularidades, vou citar apenas  os casos que mais chegam nas  reuniões, como  tráfico de drogas,  furto de veículos na Vila Virgínia,  no entorno da UNG, barulho em bares em toda cidade ou bailes funks  na região central", analisa o dirigente do Conseg de Itaquaquecetuba,  Joelson Miranda. "Solicitamos também que a delegacia central fosse  transformada em uma delegacia  participativa, tivemos até a promessa que a delegacia seria reformada  para adequações", falou. Assim como Poá, o Conseg de Itaquá luta  pelo fi m da divisão de plantões de  delegados.  

SUZANO: O distrito de  Palmeiras é um dos mais populosos  da cidade, e abrange grande área  rural, chegando a 89 bairros, conforme divulgou o suzanense Vanderley  Mendes, que dirigiu a unidade  até maio de 2010. "Realizamos 7  reuniões mensais, expedimos 68 ofícios. Destes foram 20 solicitações  gerais (infraestrutura, iluminação  pública,  solicitações de rondas.  Convidamos para discussões 23  autoridades, tratamos de diversos  temas, entre eles, violência e drogas.  Nossa maior satisfação foi ter contribuído para o reinício  do desenvolvimento da segurança pública da  região, que há muito tempo estava  adormecida", finalizou. (MD)

segunda-feira, 23 de abril de 2012

O Que Rolou Na Audiência Pública de Educação em Itaquá!

Dia 19 de abril rolou a Audiência Pública de Educação da Assembléia Legislativa em Itaquaquecetuba, graças a APEOESP e o Deputado Estadual Simão Pedro (PT), Presidente da comissão de educação e Cultura da ALESP.

Foram debatidos os diversos problemas e possiveis soluções para a Educação em nosso Municipio. Sobre a Rede Municipal de Ensino, foi questionado por exemplo o numero exorbitante de gastos com ônibus para o transporte escolar, sendo que seria possivel a construção de mais escolas, outra coisa foi o aluguel do terreno da Secretaria Municipal de Educação que custa 120 mil reais por mês, mesmo o prédio tendo sido construido pela Prefeitura! Outro problema é a falta de construção de creches e Escolas, além de ainda termos o turno da fome.

A nivel estadual, foi debatido o probelma da superlotação das salas de aula, a falta de funcionários nas Escolas e a falta de infra estrutura. Eu falei sobre a ETEC e da FATEC, instaladas em Itaquá sem um estudo prévio para se tomar conhecimento da vocação regional da cidade, de forma que os estudantes sejam preparados para atender o parque industrial da região, além de citar o recente desabamento do prédio da ETEC.

Foi um Evento importante para debater e cobrar o Direito a educação. Estavam presentes mais de 200 pessoas, estudantes, professores, pais, e Movimento Sociais. 

Na minha opinião houveram dois pontos negativos:

1º Ponto Negativo: Não estavam presentes NENHUMA Autoridade Municipal! Nenhum Vereador apareceu, muito menos algum representante da Diretoria Regional de Ensino ou da Secretraia Municipal de Educação e por ser uma Audiência da Assembleía Legislativa, foi muito estranho a Deputada Heroilma (PTB) não participar.

2º Ponto Negativo: hoje Itaquá vive uma onda de debates no Facebook, mas infelizmente esses debates não têm saido da tela do computador! Essa Audiência foi muito bem divulgada nas Redes Sociais, porém nenhum debatedor da Internet compareceu, isso é lamentável...


sexta-feira, 20 de abril de 2012

O Poder das Redes Sociais

Por Cecilia Mantovan, Portal Linha Direta

Clique aqui e leia a revista e a reportagem completa.  

Há alguns anos era impossível imaginar que cidadãos comuns teriam seu espaço na internet para publicar conteúdos próprios e opiniões como alternativa à tradicional mídia. Na ‘era das redes sociais’ isso se tornou possível.  

Cada vez mais presentes em nosso dia-a-dia, as redes sociais permitem uma nova maneira de participação social, com ferramentas e aplicativos que facilitam, ampliam e tornam mais rápidos os relacionamentos. Em 2012, elas serão essenciais na conversação e articulação das campanhas eleitorais, além de fazer frente ao PiG (Partido de Imprensa Golpista), os, até então, detentores da informação e comunicação de massa.  

Sergio Amadeu, sociólogo, pesquisador de cibercultura e membro do Comitê Gestor da Internet e da Comunidade do Software Livre – explica que as redes são formas antigas de estruturação social. “Com o advento da internet, surgiram as redes de relacionamento online e o termo ‘rede social’ passou a caracterizar uma plataforma de relações entre pessoas no ambiente virtual, sejam de interações profissionais como o Linkedin, de interesse geral, como o Facebook, ou que promovam uma atividade específica, como o Youtube”.  

 A Internet surgiu na década de 70, mas foi em 1990 que ela chegou para o público em geral e hoje é considerada por muitos como a maior criação tecnológica depois da televisão. Com tanto conteúdo disponível, surgiu a necessidade dos usuários interagirem e compartilharem informações com amigos e grupos.

Nesse período começaram a surgir as primeiras mídias sociais, como a SixDegrees.com - inspirada na teoria em que quaisquer duas pessoas no globo terrestre estariam separadas por, no máximo, 6 graus. O primeiro seria a das pessoas que você conhece, o segundo o dos conhecidos desses seus conhecidos, e assim por diante. Nesse sentido, se você ecoa uma mensagem a todos os seus conhecidos e estes seguem fazendo o mesmo, em apenas seis passos seria possível atingir todo o globo.

As redes evoluíram, tornaram-se mais simplificadas para utilização e popularizam-se, conforme avalia Amadeu. “No Brasil, a pesquisa do Comitê Gestor da Internet, de 2010, mostra que 69% dos brasileiros com acesso à internet utilizam redes sociais. Para compreender a dimensão do fenômeno, basta observar que o site mais acessado no mundo é o buscador Google, seguido pela rede social Facebook. Em terceiro lugar vem o Youtube. O twitter já é o décimo site mais importante do planeta”.

É possível que as redes evoluam ainda mais? Amadeu defende que sim. “As mídias de massa serão cada vez mais condicionadas pelas redes. Haverá disputas pela atenção das pessoas. Um dos maiores poderes da atualidade é o de criar e reconfigurar redes de relacionamento e opinião. Inúmeras micro redes continuarão a surgir e a tentar agregar pessoas. A maioria fracassará. Existe uma economia de rede que tende a criar concentração das adesões nas redes maiores e que oferecem mais benefícios e possibilidades de relacionamento”.

Redes sociais x PiG

As redes sociais viabilizaram o que o sociólogo Manuel Castells chama de ‘autocomunicação de massas’, permitindo a articulação de desejos coletivos e da disseminação de informações.

Já para o jornalista Paulo Henrique Amorim, dono de um dos blogs políticos mais lidos do Brasil – o Conversa Afiada -, a grande mídia considera a blogosfera uma ‘ameaça’. “Tanto que boicota e persegue. Mas, é uma batalha perdida: o PiG está em extinção. Pouco a pouco, os conservadores brasileiros vão trocar de partido(s). Porque o PSDB e o PiG não servem mais para representá-los. E nessa batalha para se atualizar, o próprio PiG passará a ser um ator importante na blogosfera, na tentativa de perder audiência para si mesmo. Uma coisa é você competir com a Rede Globo. Outra, com o portal Globo. O blog sujo pode até perder. Mas, arranca um pedaço”.

Renato Rovai, editor da Revista Fórum e dono do Blog do Rovai, conta que começou a atuar nas redes enviando textos por e-mail para grandes grupos, que eram conhecidos como ‘correntes’. “Comecei com o atentado às Torres Gêmeas (EUA), no dia 11 de setembro de 2001. Fiz um texto e mandei por e-mail para uma lista. O texto teve muita repercussão e foi traduzido em outras línguas. Há 11 anos pouca gente tinha internet, mas senti a sua dimensão. Do ponto de vista político, o primeiro grande momento foi na crise do mensalão, em 2005. Eu ainda não tinha blog, mas escrevia textos e publicava na Revista Fórum. Eles eram replicados em outros sites e foram também lidos em plenárias do Congresso Nacional. Foi neste momento que criei meu Blogspot. Em 2006, na campanha do Lula, o blog já existia e foi ganhando protagonismo, mas foi na eleição presidencial de 2010 que houve um grande crescimento”.

Rovai acredita que a blogosfera cria um espaço pra oxigenar o processo de veiculação de informação. “As pessoas debatem na rede e constroem um novo enfoque para aquele assunto. Os blogs produzem novas informações, temas que a imprensa tradicional não cobre com a amplitude que deveria cobrir”.

O Blog Cidadania, de Eduardo Guimarães, tem hoje uma média de um milhão de acessos/mês e já chegou a receber cerca de três mil comentários em matérias polêmicas. O comerciante entrou para a blogosfera por sentir que não havia espaço para os cidadãos comuns expressarem suas opiniões na grande mídia. “Eu me achava um estranho no ninho, na classe média. Com a internet descobri que não era. O efeito da rede foi aglutinar cidadãos como eu, que têm opinião e querem expressá-la. A partir dos anos 80, comecei a escrever cartas de leitor para vários jornais e elas eram publicadas. Também enviava correntes de e-mails. Em 2005, época do Mensalão, cortaram o meu espaço. Considerei como censura e criei meu blog”.

Há sete anos com o blog, Guimarães explica as dificuldades e realizações como blogueiro. “Não ganho nada. Pelo contrário, eu gasto. Mas faço com gosto. Ao invés de ficar vendo televisão, eu vou até os lugares, acompanho, escrevo. As matérias dos blogueiros são muito reproduzidas. Já tive uma que foi compartilhada 100 mil vezes”.

Núcleo de Militância em Ambientes Virtuais do PT

Conquistando tamanha repercussão e mobilização, o Diretório Estadual do PT-SP teve uma ação inovadora: criou o Núcleo de Militância em Ambientes Virtuais (MAV), com o objetivo de organizar e treinar seus militantes para o debate.

Adolfo Pinheiro Fernandez ficou encarregado da tarefa pioneira dentro do partido, que já conta com outros MAVs espalhados pelo Brasil. “Percebemos a necessidade de unir e organizar a militância nas redes na campanha de 2010. Através do Núcleo, discutimos temas e ações a serem compartilhados e a melhor estratégia para cada uma delas”, afirma. Neste semestre, o Diretório realiza oficinas nas 20 Macrorregiões de São Paulo para organizar sua militância virtual. “Vamos discutir comunicação nas redes, legislação eleitoral, estratégia e campanha”, complementa. A programação está no Portal Linha Direta (www.pt-sp.org.br) e do MAV (www.mavptsp.org.br).

domingo, 15 de abril de 2012

Se Liga 16! O Prazo Para Tirar o Título de Eleitor é Até 09 de Maio!

SE LIGA GALERA! VAMOS TIRAR O TÍTULO PARA MUDAR NOSSA CIDADE

Gente o prazo para tirar o Título de Eleitor é até dia 09 de maio! Todo jovem que completa 16 anos até o dia 07 de outubro pode tirar o Título de Eleitor!

Acesse o Site do TSE e faça seu Pré Cadastro!

Em Seguida você terá 05 dias para ir ao Cartório Eleitoral e Retirar seu título! Não esqueça de levar seu RG, CPF e um comprovante de Residência!
 
Endereço dos Cartórios Eleitorais de Itaquá!

Vamos Mudar Nossa Cidade!!! MUDA ITAQUÁ!!!

Participe do Evento no Facebook!

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Estágio de Jornalismo na SPTuris! R$ 856,00 + Beneficios!


Uma excelente vaga de Estágio em Jornalismo na SPTuris! Bolsa de R$ 856,00 + Beneficios! Corre e envia seu curriculo! Demorô!

As funções do estagiário são, principalmente:
-  Auxiliar no atendimento à imprensa;
-  Fazer notícias para os  sites www.cidadedesaopaulo.comwww.anhembi.com.brwww.autodromodeinterlagos.com e www.spturis.com, e alimentar as respectivas mídias sociais - Twitter e Facebook;
-  Subir vídeos para o canal da SPTuris no Youtube;
-  Redigir notícias para o Boletim Interno e diagramá-lo;
-  Preparar newsletters;
-  Preparar pautas;
-  Acompanhar eventos de interesse da empresa e entrevistas. 

É essencial conhecimento em softwares como InDesign, Photoshop e ter noções de HTML (ou DreamWeaver).

O endereço é Av. Olavo Fontoura, 1209, entrada pelo portão 35 do Anhembi Parque - Santana. O trabalho é de segunda a sexta-feira, no período vespertino (6 horas). Salário: R$ 856 + VR (R$ 25 por dia) + VT.

Enviar currículo o quanto antes para imprensa.spturis@gmail.com  e imprensa@spturis.com 

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...