quarta-feira, 4 de setembro de 2013

PONTA A PONTA! Pequeno Coração: de uma nascente para um bairro

Texto publicado na Editoria "Ponta a Ponta" do Jornal Contraponto. Edição 01.

Pequeno Coração: de uma nascente para um bairro

Apesar dos desafios, população engajada se organiza por melhorias para a região.

*Marcello Barbosa
O Pequeno Coração é um bairro  localizado em Itaquaquecetuba, próximo a divisa com o bairro dos Pimentas em Guarulhos. Como várias regiões da cidade, o Pequeno Coração possui várias nascentes de água, e a partir de uma delas, surgiu seu nome. Alguns moradores mais antigos comentam que no local onde se localiza a Escola E.E. Pequeno Coração, havia uma nascente em formato de coração e por causa dela surgiu o nome “Pequeno Coração”. Com o crescimento do bairro e sem o devido planejamento da prefeitura, muitas nascentes foram soterradas.

De acordo o morador Lindovaldo Leite de Araújo, mais conhecido como Vavá “Segundo pessoas mais antigas do bairro o Pequeno Coração sempre foi um Bairro pobre, a suas atividades econômicas eram através de fabricação de tijolos. O Bairro tinha poucas áreas habitadas, existia uma maior vegetação e muitas nascentes de água.”

O crescimento populacional de Itaquaquecetuba se reflete no Pequeno Coração. O bairro viu sua população crescer nos últimos 10 anos, principalmente com a migração do norte e nordeste do Brasil.

Carente de Infraestrutura, não existe nenhuma área de lazer. A população local em especial os jovens utilizam os espaços das duas escolas do bairro (uma municipal e outra estadual). O bairro possui vastas áreas desocupadas e uma delas serve de campo de futebol para a comunidade. A população tem se preocupado a instalação de diversos aterros irregulares. “A preocupação com o meio ambiente só existe na televisão, estamos vendo todos os dias aqui, nascentes aterradas e terrenos sendo utilizados para “bota-foras”. Comenta o morador José Cláudio.

Outra situação delicada é com o transporte municipal, segundo Vavá, muitos moradores têm que caminhar até 3 km para pegarem um ônibus intermunicipal, afinal boa parte dos moradores do bairro trabalham em São Paulo. Ele comenta também sobre a linha municipal de ônibus que sofre com a superlotação e constantes atrasos.

No bairro existe um grande engajamento social. Além do trabalho assistencial feito pelas igrejas, existe diversas entidades, como por exemplo o G.F.C (Grupo de Fortalecimento Comunitário) que atua fazendo revindicações e melhorias para a região. De costume o grupo visita a Câmara Municipal de Itaquaquecetuba todas as terças feiras, acompanham as sessões e divulgam para a comunidade local, têm também um blog chamado “Pequeno Coração” (http://pequenocoracaohistoria.blogspot.com.br/).

Seguindo o momento de autoafirmação feminina, onde as mulheres se tornam protagonistas nos diversos espaços, o bairro possui o movimento Comissão de Mulheres do Pequeno Coração e Adjacências que é presidida pela moradora Rosalia Ely de Moura. Segundo Rosalia, a Comissão é composta por 11 mulheres, que procuram fazer atividades voltadas para as crianças da região, além de informar os moradores e em especial as moradoras, de seus direitos como cidadão e cidadãs. “A Comissão procura fazer eventos como palestras informativas da Lei Maria da Penha e sobre o câncer de mama, informar sobre projetos sociais e também cobrar ações ”. Afirma.

A Cultura nordestina é muito presente no bairro. Em julho aconteceu a 2ª festa Julina do Pequeno Coração  que vem se tornando tradicional no bairro pelo público expressivo que participa, nesta edição estiveram na festa cerca de 3 mil pessoas. Nos fins de semana é comum ver nos bares festas, inclusive com música ao vivo e com cantores que residem ali. Para Vavá, apesar das dificuldades, o que faz o bairro prosperar é a ação dos moradores e sua organização.

*Marcello Barbosa é Editor Chefe do Jornal Contraponto

Veja a matéria publicada originalmente no Jornal Contraponto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, Mas Não Desrespeite!!!
Me Reservo ao Direito de Não Publicar Comentários Anônimos Que Denigrem, Atacam ou Caluniam Terceiros.

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...