quarta-feira, 5 de março de 2014

Céu Jardim Carolina - Sem Carnaval e Sem Céu

Clique na imagem para ampliar
Reproduzimos a seguir uma interessante matéria sobre a Praça da Juventude agora chamada de CÉU em Itaquaquecetuba. Esta matéria foi veiculada pela Revista Cidades Criativas

Em março de 2012 nosso Blog já havia noticiado este investimento do Governo Federal. Clique aqui!

Veja matéria na íntegra:

Céu Jardim Carolina - Sem Carnaval e Sem Céu

Armando Bueno

Itaquaquecetuba é uma cidade conhecida por sua rica tradição cultural e pelo passado marcado pelo apogeu político e econômico. Seu potencial artístico e cultural foi motivo de orgulho para antigas gerações e é um contínuo incentivo às gerações futuras. Musicistas, Poetas, Atores e Artistas de varias linguagens desenvolveram seus trabalhos nessa cidade que tem uma história de riqueza patrimonial e de talentos humanos voltados para as manifestações artísticas. No entanto o município carece de infra-estruturar para “o fazer” artístico cultural.

Mas em 2012, em dia “bissexto” – 29 de fevereiro – recebe do governo federal um convenio para a construção do Centro das Artes e Esportes Unificado – CEUs. Convenio esse no valor de mais de 2 milhões de reais, para construção e equipação de dois edifícios multiuso, dispostos numa praça de esportes e lazer: CRAS; salas multiuso; biblioteca; telecentro; cineteatro/ auditório com 60 lugares; quadra poliesportiva coberta; pista de skate; equipamentos de ginástica; playground e pista de caminhada.

O que seria a solução de um problema se mostra como sendo mais um dos nós vários sem solução desta gestão. Obra prevista para ser entregue a população no dia 05 de março próximo, mas se apresenta sem condições de atender a população e não apresenta indícios que será entregue no prazo. Sendo uma das prioridades para o setor, pois no inicio de 2013 fora fechada a Biblioteca Municipal Álvaro de Azevedo, sendo disposta somente uma sala para a mesma na Casa da Cultura, prédio este locado por mais de 10 mil reais mensais e que apresenta vários riscos ao bem estar dos jovens do município. Sendo transferidas as formaturas dos cursos para o CEMI, não havendo estrutura adequada para atender um público tão grande.


A Assessoria de Imprensa se pronunciou que havia encaminhado a demanda junto a Secretaria de Governo, mas até o fechamento dessa Edição não houve resposta do órgão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, Mas Não Desrespeite!!!
Me Reservo ao Direito de Não Publicar Comentários Anônimos Que Denigrem, Atacam ou Caluniam Terceiros.

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...