quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Ousar...

Ousar...

A morte do candidato à Presidência da República Eduardo Campos foi trágica, impactante e muito triste. Um cara jovem que nem aos 50 anos havia chegado, pai, marido, filho, sonhador, Eduardo Campos não era meu candidato, mas sem dúvida alguma foi um político acima da média.

Mas sua morte nos faz refletir como a vida é frágil, como o tempo é curto e que não sabemos o que nos aguarda no dia de amanhã, ou até mesmo daqui alguns minutos.

Isso faz refletirmos que não custa nada ousarmos. Eduardo ousou. Se nossas vidas são tão frágeis, passageiras, não podemos ter medo de ousar, seguirmos em frente, desafiar nosso destino, enfim, não podemos perder tempo aqui. Temos que viver nossas vidas como se tudo fosse explodir amanhã. Encarar cada momento como se fosse o último, porquê pode ser o último.

Vamos ousar viver e viver ousando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, Mas Não Desrespeite!!!
Me Reservo ao Direito de Não Publicar Comentários Anônimos Que Denigrem, Atacam ou Caluniam Terceiros.

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...