terça-feira, 12 de maio de 2015

Política escancarada em Itaquaquecetuba – PARTE 2

Política escancarada em Itaquaquecetuba – PARTE 2

Fique por dentro dos bastidores da política municipal e saiba como as principais lideranças estão se comportando nos preparativos pré campanha 2016

Marcello Barbosa

Em continuidade a nossa série de reportagens “Política Escancarada” o Jornal Contraponto e do Portal do Alto Tietê, apresenta nesta Edição o novo quadro político eleitoral para 2016. Existe um ditado popular que a política é igual nuvem, ela muda constantemente, por isso vamos periodicamente fazer o levantamento deste assunto tão relevante para a cidade.

A volta de quem não volta – Armando da Farmácia não é candidato
Já se passaram 03 meses da reprovação das contas do ex prefeito Armando da Farmácia (PR) pela Câmara dos Vereadores da cidade, da mesma forma que não aconteceu a esperada posse do político como Deputado Estadual (atualmente ele é suplente na Assembléia), assim, o ex Chefe do Poder Executivo segue inelegível por 08 anos, ou seja, não é candidato a prefeito em 2016.

Mamoru fatia a Prefeitura entre os partidos da cidade e para isso cria novas secretarias
Mamoru está dando uma aula quando o assunto é fazer o contrário do que prometeu. Em sua campanha, prometeu uma Prefeitura com poucos cargos de confiança e foco nos profissionais técnicos. Hoje criou novas secretarias municipais e focou na entrega das mesmas à Partidos aliados.

O PT ganhou de presente a Secretaria Municipal de Habitação. O solidário Mamoru entregou a Secretaria Municipal de Esportes ao PRB, continuando sua saga de bondade criou a Secretaria Municipal de Turismo e cedeu para o PROS, em contrapartida não podia deixar o PHS na mão e entregou a Secretaria de Cultura ao partido dos vereadores Gilberto Tico e Tonho da Quadra. Não podemos nos esquecer que o secretário de Transportes Dalton Dename é presidente do PSD local. Nessa festa o PPS ganhou de presente um espaço nobre na Secretaria Municipal de Abastecimento e Segurança Alimentar, exportando mais uma liderança da região do ABC para a cidade. Nessa dança das cadeiras, a primeira Dama Joerly Nakashima se tornou secretária do Desenvolvimento Social acumulando com a função de Presidente do Fundo Social de Solidariedade.

Quem lembra do Mamoru prometendo não entregar a Prefeitura para partidos e também não nomear parentes, levanta a mão!

PT em um relacionamento sério com o Governo Mamoru
Desde maio de 2014 o PT de Itaquaquecetuba estava no Governo Mamoru Nakashima (PTN) ocupando a Secretaria de Habitação, mas ainda não havia oficializado que o Partido estaria na Base. Desde fevereiro o PT local aprovou seu apoio ao Governo Mamoru, selando esta aliança com a aprovação do Diretório Municipal da nomeação do sindicalista Aparecido Magrão na secretaria de Habitação, sacramentando uma aliança que aparenta ser duradoura. Há quem diga que o PT já está com Mamoru em 2016.

PSDB em um relacionamento enrolado com o Governo Mamoru
Os tucanos de Itaquaquecetuba desde o começo do Governo Mamoru já estavam com o prefeito. Os vereadores tucanos sempre estiveram na base do prefeito, inclusive o vereador Celso Reis (PSDB) foi o Líder do Governo Mamoru até pouco tempo atrás, quando pediu demissão do cargo. Ninguém sabe onde vai parar essa relação política, afinal o Comandante do Diretório do PSDB é o ex prefeito Mário Moreno.

A Terceira Via: Nova força política vem se apresentando como alternativa em 2016
Em nossa primeira reportagem da série “Política Escancarada” relatamos uma possível união de forças entre o delegado Eduardo Boigues, o empresário ex presidente da FEMPI Lairson Marques Pacheco e Noel de Jesus (ex secretario do Governo Mamoru) na articulação de um novo grupo. Aparentemente acertamos. Também foi especulado que o advogado Rogério Tarento poderia se juntar ao trio. A especulação também estava certa. Por ironia, esta especulação partiu justamente de fontes ligadas ao Governo que relatavam que o Prefeito Mamoru Nakashima (PTN) e sua secretária de Governo Sônia Maziero tinham grandes preocupações com essa possível união.

Depois de muitas articulações, boatos e histórias no dia 09 de abril, esse novo Grupo que já ganhou uma duzia de títulos (Grupo, Time, Equipe e etc), se apresentou ao público em uma grande reunião com mais de 300 lideranças políticas da cidade. “Um grupo de cidadãos de Itaquaquecetuba com o objetivo de debater o futuro e o presente da cidade”. Esta foi a definição dada por um dos participantes. No evento as principais figuras apresentadas foram Lairson Marques Pacheco, Eduardo Boigues, Rogério Tarento e um novo integrante, o empresário e presidente da Casa da Criança Augusto Cesar dos Santos.

Adesões ao Grupo como o Líder de Movimento de Moradia Adilson Pinheiro, o Zoião (PSC) e do advogado Gilson Pereira dos Santos atual presidente do PPL são exemplos de que esse Grupo/Time/Equipe/Projeto vem crescendo muito. Fontes do Governo relatam que os articulares políticos de Mamoru estão se preocupando com a movimentação de aliados dialogando com essa possível terceira via.

Mesmo o Grupo/Time/Equipe/Projeto não apresentando um nome para disputar a Prefeitura, é nítido que um dos quatro principais nomes citados será o escolhido para a disputa. Será Lairson Marques Pacheco? Eduardo Boigues? Será Augusto Cesar dos Santos? Será Rogério Tarento? O tempo dirá, enquanto isso as suposições e especulações se multiplicam.

Uma coisa é certa, a disputa ainda não começou e 2016 será a eleição mais disputada da história de Itaquaquecetuba, ousamos falar que aquele que unir gregos e troianos sentará na cadeira do Paço Municipal

Família Tavares dividida
Segue a todo vapor a articulação da candidatura a prefeito do vereador Dr. Roque Levi (PR), irmão do ex prefeito Armando da farmácia. Mas ainda existe a possibilidade que deste grupo saia uma segunda candidatura da ex Deputada Estadual Heroilma Soares tavares (PTB). As duas candidaturas podem representar a volta do Grupo Político do ex prefeito Armando da Farmácia ou minimamente a continuidade de sua forma de governar.

Oposição solitária, mas oposição!
Historicamente o Prefeito da cidade consegui esmagadora maioria na Câmara Municipal e como dizem nos gabinetes, “Mamoru nada de braçada”, o único vereador que faz oposição ao Prefeito é Silvani de Paula (PR) também pré candidato a prefeito, solitário, é o único da Casa de Leis a questionar incisivamente o prefeito.

Perseverantes
Não podemos menosprezar pessoas novas. E não podemos esquecer da dupla Ozires Guimarães (PP) e Washington Pipa que estão acelerados rumo a 2016 com o primeiro citado como pré – candidato. E não podemos esquecer dos experientes como o Engenheiro Valdir Coelho (PSL) que está fazendo sua movimentação tradicional de pré campanha.

Sumidos mais presentes
Bons de voto, Dr. Ronaldo Vlademir (PRB) e a Dra. Adriana da Costa (PSB) deixam claros que são candidatíssimos para a disputa de 2016 e miram a Prefeitura Municipal.

O Desertor
Após a saída do vereador Celso Reis (PSDB) da Liderança do Governo na Câmara, assumiu o vereador Rolgaciano Fernandes (PTN) que em menos de três meses renunciou à função. Segundo as vozes dos gabinetes e salas fechadas, o vereador vem se articulando para ser candidato a prefeito, afinal saiu da disputa de 2014 fortalecido e mesmo sem ter o apoio do Prefeito foi o segundo candidato mais votado da cidade.

A disputa eleitoral ainda não começou e 2016 será a eleição mais disputada da história de Itaquaquecetuba, teremos um pleito com segundo turno, talvez com aumento das cadeiras na Câmara Municipal e ainda podemos ter a surpresa de uma Reforma Política que mude toda a dinâmica eleitoral.


A corrida para senta na cadeira ao Paço Municipal está apenas começando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, Mas Não Desrespeite!!!
Me Reservo ao Direito de Não Publicar Comentários Anônimos Que Denigrem, Atacam ou Caluniam Terceiros.

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...