domingo, 22 de maio de 2016

Qual melhor fotografia para sua campanha eleitoral?

Por Marcello Barbosa*
Imagine que você quer comprar um carro. Folheando o catálogo de venda de veículos, você encontra o carro dos seus sonhos, com um valor baixo mas na fotografia ele está arranhado, cheio de falhas e a fotografia não está nítida. Com certeza você muda de página e procura algo melhor. Isso acontece na campanha eleitoral, não seja um carro amassado e mal fotografado, seja uma máquina potente e bem fotografada!
A escolha da fotografia de campanha é fundamental para que a estratégia de marketing do (a) candidato (a) tenha êxito e ele seja eleito. Veja algumas dicas:
Olho no olho
O candidato ou candidata deve passar confiança ao eleitor, para isso é importante que na fotografia ele (a) olhe para frente, com ar de decisão e respeito. Em uma conversa onde o sujeito desvia o olhar, com certeza se perde a confiança, por isso, imagine que essa fotografia está dialogando com o eleitor.
Personalidade
Se você possui uma característica de sempre sorrir, dar gargalhadas e ter bastante carisma, não deixe de fotografar sorrindo. Mas se você é mais reservado (a) e sério (a), fotografe com um sorriso tímido ou de uma forma séria mas que não transmita mal humor. Uma assessoria de imagem e comunicação pode auxiliar bastante o candidato.
Foto de urna e foto de material impresso ou digital
A fotografia da urna geralmente é a mais difícil para o (a) candidato (a), pois é muito parecida com a fotografia de documentos de identidade, ou seja, sempre fica horrível. A dica é se preparar, cortar o cabelo, fazer um bom penteado, usar uma roupa adequada, usar uma boa maquiagem (nada extravagante demais) e não ter vergonha de pedir para repetir a fotografia até ela ficar boa. É importante que o candidato tire fotografias profissionais, nada de improviso com celular ou com aquela câmera sem flash. Para o material de campanha ele (a) pode ter fotos mais despojadas, que valorizem a imagem do candidato como bom profissional, bom pai, boa mãe, bom vizinho, de acordo com o Plano de Comunicação traçado.
Seja original
Não deixe de usar efeitos de photoshop para dar uma leve consertada na fotografia, mas tome cuidado para não exagerar e os eleitores não conseguirem reconhecer o candidato da foto e o candidato da rua. Os efeitos em fotografias são úteis apenas para corrigir imperfeições da fotografia, uma sombra que atrapalhe, um reflexo, e etc. Um bom fotógrafo consegue preparar muito bem o melhor ângulo e também os melhores efeitos.
Escolhendo as cores
As cores são fundamentais para uma boa fotografia. Cuidado para não ser o candidato que na fotografia a cor da roupa chama mais atenção que o rosto. Jamais use listras pois dificulta a visibilidade na fotografia. As cores mais indicadas são: Azul Claro (Harmonia/conservadorismo), Branco (Simplicidade/honestidade), Cinza (Elegância/humildade/respeito), Verde Claro (Crescimento/segurança/novo).
Cuidado com a comparação
Ao escolher as roupas para a fotografia, poses, penteado e demais detalhes, tome cuidado para não ser comparado a outro candidato, muitas vezes por causa de uma cor em destaque, ou posição, isso pode lembrar uma campanha antiga, muitas vezes rejeitada. Você deve “carimbar” sua personalidade na fotografia, para que as pessoas ao te enxergar pensem em você e em suas ideias.
*Marcello Barbosa é Diretor Executivo na Agência Floriano Comunicação Integrada e Diretor Responsável do Portal Região em Contexto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, Mas Não Desrespeite!!!
Me Reservo ao Direito de Não Publicar Comentários Anônimos Que Denigrem, Atacam ou Caluniam Terceiros.

Ocorreu um erro neste gadget

Simplicidade é Tudo...

Simplicidade é Tudo...
A Complexidade é Simples...